Aracaju, 3 de agosto de 2021

Ricardo: “PMA quer mais 60 dias para concluir a reforma de uma praça que está pronta”

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

O vereador Ricardo Marques (Cidadania) questionou através de suas redes sociais obras da Prefeitura Municipal de Aracaju (PMA) que já foram concluídas e não foram entregues para a população. Ele diz que a prefeitura insiste em praticar uma política antiga. “A praça da Avenida Maranhão, entre os bairros 18 do Forte e o Santos Dumont, está toda pronta, está tudo pintado, já tem iluminação e o mato está até crescendo. É um absurdo! O que estão esperando para entregar essa obra? Isso é política antiga, gente”, acusa.

“Eu estive lá durante a eleição de 2020, dois meses antes a prefeitura havia colocado os tapumes fechando a praça para iniciar a reforma. A placa que está no local não apresentava data de início da obra, porém mostrava um prazo de três meses para a conclusão. Retornei no início de março de 2021, já como vereador, e conversei com o mestre de obra, que me informou que, apesar do atraso, a obra ficaria pronta em 15 dias e realmente ficou”, explica o parlamentar.

E o que chama a atenção é que essa não é a única obra nessa situação. O parlamentar acrescenta que apresentou na Câmara Municipal de Aracaju um requerimento solicitando as informações das reformas. “Observando toda essa demora da prefeitura, apresentei o requerimento, mas vi uma publicação no Diário Oficial de Aracaju de um aditivo estendendo o prazo da obra por mais 60 dias. Pra que? Qualquer um que for lá verá que a obra está pronta”, afirma.

Ricardo Marques fala ainda que o atraso da obra tem causado problemas diários para a população que frequenta o local e que acionará os órgãos de fiscalização responsáveis. “As pessoas estão pegando ônibus fora do ponto, no meio da avenida e os comerciantes e os moradores ao redor estão pedindo para retirar os tapumes por causa dos assaltos. Através de minha assessoria jurídica estou acionando o Tribunal de Contas do Estado e o Ministério Público de Sergipe para que apurem possível ofensa ao princípio da eficiência da administração pública e danos ao erário. Convoco ainda toda a população de Aracaju para que possa abrir os olhos para esse tipo de situação, é hora de cobrar dos gestores. Chega, gente! Precisamos fazer uma política diferente e cobrar respeito pelo dinheiro público”, enfatiza Ricardo Marques.

Wandycler Júnior – Assessoria de comunicação

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Acordão não garante vitória
Maternidade e pandemia: como conciliar os desafios e o retorno ao trabalho
Governador assina decretos para atrair novas empresas ligadas ao setor de gás
PMA convoca candidatos para procedimento de heteroidentificação