Aracaju, 5 de agosto de 2021

SE PARTICIPA DE REUNIÃO SOBRE LICENÇA PARA PERFURAÇÃO EXPLORATÓRIA SE/AL

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Na ocasião, foi discutido o processo de licenciamento ambiental para o início das perfurações no segundo semestre deste ano

O Governo de Sergipe, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec), participou de uma reunião com representantes da empresa ExxonMobil, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e demais órgãos interessados nos projetos de exploração de petróleo e gás que envolvem a Bacia Sergipe-Alagoas (SE-AL). Na ocasião, foi discutido o processo de licenciamento ambiental para o início das perfurações no segundo semestre deste ano. A reunião ocorreu na segunda-feira (28).

Em março, o Ibama divulgou o Relatório de Impacto Ambiental (Rima) da campanha de perfuração de um poço firme na Bacia SE-AL, desenvolvida pela empresa ExxonMobil. Além das reuniões prévias virtuais com os órgãos envolvidos, será realizada uma audiência pública com o objetivo de apresentar o projeto à população em geral e discutir os estudos realizados pela equipe técnica.

Segundo o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico, da Ciência e Tecnologia, José Augusto Carvalho, os processos acontecerão de forma gradativa. “A reunião serviu para entendermos tudo o que envolve as perfurações, todos os riscos e as medidas para a redução delas. Com a licença em mãos, a empresa vai poder iniciar os trabalhos neste segundo semestre, avançando nos planos de perfuração do primeiro poço da Exxon na Bacia Sergipe-Alagoas”, afirmou.

A apresentação do diagnóstico de potencialidades e desafios coube a uma empresa multinacional de consultoria especializada em avaliação e gerenciamento de riscos e gestão ambiental. Na conclusão da exposição, foi apontada a inexistência de restrições à realização da perfuração nos seis blocos (SEAL-M-351, SEAL-M-428,SEAL-M-430, SEAL-M-501, SEAL-M-503 e SEAL-M-573) de responsabilidade da ExxonMobil, indicativo cuja viabilidade poderá ser confirmada pelo Ibama.

Poços

A ExxonMobil é responsável pela operação de nove blocos exploratórios na Bacia Sergipe-Alagoas em consórcio com a Enauta e a Murphy Oil, detendo 50% das concessões. A exploração de alto impacto de petróleo e gás no território sergipano através das ações do consórcio foi reconhecida pela imprensa especializada internacional como uma das 20 campanhas mais promissoras do segmento em todo o mundo no ano de 2021.

Fonte e foto assessoria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Polícia Civil fecha uma clínica médica veterinária clandestina localizada na cidade de Simão Dias
Câmara aprova Projeto que viabiliza que Estância receba R$ 14 milhões em empréstimo
CBM/SE encaminha anteprojeto ao governo do estado para reestruturar vagas
Fábio Henrique defende Correios estatal e moderno