Aracaju, 3 de agosto de 2021

Luciano Bispo e Janier Mota põem nomes à disposição para indicação de vice na chapa escolhida pela base aliada

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

O presidente da Assembleia Legislativa, Luciano Bispo (MDB), é um nome citado, dentro do bloco do Governo, para disputar ser o candidato a vice-governador na chapa majoritária ao Governo do Estado. Luciano já colocou seu nome à disposição e tem conversado com lideranças da base aliada para isso, mas tem absoluta consciência de que escolha dos nomes para vice, depende das discussões para definição de candidatos a governador e ao Senado

A maioria do bloco deseja a candidatura de Luciano Bispo para vice-governador, pelo trabalho que realizou durante o período em que exerce a Presidência da Assembleia, pelo trabalho coerente com os seus princípios político-partidário, mas respeitando direitos de parlamentares da oposição, dentro da consciência que no legislativo todos são iguais, têm os mesmos direitos e posições, para que possam exercer os seus mandatos com dignidade e dentro do que determina a legislação.

Na Assembleia Legislativa, como disse um dos parlamentares, Luciano Bispo conta com apoio de todos os deputados, exceto o da deputada Kitti Lima, Georgeo Passos, Samuel Carvalho e do professor Iran Barbosa (PT), que defendem outros nomes e integram partidos políticos que estão na oposição do Governo e desejam a formação de uma outra chapa, mesmo que não tenham nada de pessoal contra Luciano Bispo e receba o mesmo tratamento dos aliados.

Outra candidata – Quem também deseja uma indicação para vice-governadora na chapa da base aliada, é a deputada estadual Janier Mota (PL) que no momento está afastada em razão de uma cirurgia de emergência a que se submeteu na quarta-feira (23), sem que a sua assessoria comunicasse o hospital em que se encontra e nem o órgão afetado.

Segundo informação que circula entre aliados da deputado Janier, ela voltou a se internar no Sírio Libanês, como fez para tratamento da Covid, e o procedimento cirúrgico seria estético, o que a parlamentar evitou a sua divulgação aos seus leitores e à própria sociedade, curiosa por informações que se referem ao estado de saúde de pessoas influentes na estrutura do Estado. Há quem informe que a cirurgia seria para retirar cálculos renas.

Nesta quinta-feira, um deputado informou que a deputado vem realizando reuniões com lideranças política em todo o Estado, independente de partidos, para expor o seu trabalho e colocar seu nome como candidata à vice-governadora, mesmo também sendo informada de que a escolha depende dos acordos entre partidos que indicam o candidato ao Governo. (Diógenes Brayner)

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Trabalhadores nascidos em fevereiro podem sacar auxílio emergencial
Inscrições para o Sistema de Seleção Unificada, Sisu, começam hoje
Bolsonaro lança programa que levará água potável a escolas do Nordeste
Zezinho: “Inauguração Unigel é consagração de um trabalho”