Aracaju, 4 de agosto de 2021

SECRETÁRIA DE ESTADO DA SAÚDE, MÉRCIA FEITOSA, PRESTA CONTAS DA PASTA NA ALESE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

A Secretária de Estado da Saúde, Mércia Feitosa, foi à Assembleia Legislativa na manhã desta quinta-feira, 1º, prestar contas e tornar públicas as ações realizadas pela pasta no primeiro quadrimestre deste ano de 2021. Ela expôs sobre o montante e fonte dos recursos aplicados no período; as auditorias realizadas ou em fase de execução, bem como recomendações e determinações; e a oferta e produção de serviços públicos na rede assistencial própria, contratada e conveniada, aferindo os dados com os indicadores de saúde da população em seu âmbito de atuação.

Aos deputados, Mércia Feitosa mostrou que no período a Secretaria de Estado da Saúde (SES) investiu R$ 25.881.665,52 na área da Assistência Farmacêutica. Do montante, mais de R$ 22 milhões foram originários do Tesouro Estadual e o restante, pouco mais de R$ 2 milhões, foi do Fundo Nacional de Saúde (FNS). A secretária detalhou alguns dados da Assistência Farmacêutica, como por exemplo, o número de pacientes com cadastro ativo no Centro de Atenção à Saúde de Sergipe (Case), que chega a 26.081.

Ainda sobre a Assistência Farmacêutica, ela mostrou que o Programa de Alergia Alimentar atendeu a 260 pacientes no período; que o número de usuários atendidos regularmente pelo serviço de entrega domiciliar é de 1.713; que na pandemia o serviço foi ampliado em 7.091, alcançando todos os pacientes de Aracaju; e que o serviço de atendimento ao preposto, também expandido para os demais 74 municípios na crise sanitária, atendeu a 9.203 usuários.

Em relação à estruturação das unidades assistenciais, área que envolve manutenção técnico-operacional, aquisição de equipamentos e gestão de tecnologia, a Secretaria de Estado da Saúde investiu R$ 173.775.103,09. Seguindo na prestação de contas, a secretária informou a realização de 31 auditorias e 3.538 perícias para cirurgias eletivas.

Na área da produção e oferta dos serviços de saúde, Mércia Feitosa, relatou o atendimento a 526 pacientes e seus acompanhantes para tratamento interestadual; que no período o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192 Sergipe) atendeu a 18.597 ocorrências, sendo 13.526 (72,73%) pré-hospitalar; 3.091 (16,62%) inter-hospitalar; e 1.980 (10,64%) orientações.

Na Atenção Oncológica, a secretária destacou o salto quantitativo no número de sessões de quimioterapia em relação ao mesmo período do ano passado. Em 2021 foram 12.088 contra as 6.917 realizadas em 2020. Quanto ao número de cirurgias oncológicas, foram 417 no primeiro quadrimestre de 2021.
Covid-19

Mércia Feitosa também apresentou o cenário epidemiológico do novo coronavírus em Sergipe e o panorama da vacinação no Estado. Em 30 de abril deste ano, os números da pandemia eram: 201.779 casos confirmados; 4.274 óbitos; 866 pacientes internados; e 425.359 testes realizados. Os dados atualizados até esta quarta-feira, 30 de junho, são: 263.512 casos confirmados; 5.698 óbitos; 504 pessoas internadas; e 541.427 testes realizados.

Vacinação

Ao mostrar o cenário da vacinação contra a Covid-19 em Sergipe, a secretária revelou que 100% dos idosos; trabalhadores da saúde, educação, dos transportes públicos coletivos, da limpeza, do sistema prisional, dos transportes aéreo-portuários; indígenas; população quilombola; forças de segurança, salvamento e Forças Armadas; pessoas com a Síndrome de Down e autismo; caminhoneiros; população em situação de rua e população privada de liberdade receberam a primeira dose do imunizante.

Salientou que 90% das pessoas com comorbidades, grávidas e puérperas com comorbidades e pessoas com deficiência permanente foram vacinadas, enquanto na categoria trabalhadores da indústria e construção civil a imunização alcançou 20% deles. Gestantes e puérperas, bem como trabalhadores da saúde continuam a ser vacinados.
Seguindo com as informações sobre a pandemia e o avanço da vacinação no Estado, a secretária enfatizou que 33.67% da população recebeu a primeira dose do imunizante, enquanto 10,43% tomou também a segunda dose. Mostrou que foram distribuídas com os municípios 791.752 doses para a primeira aplicação e 270.843, para a segunda.

Os dados apresentados apontam 780. 839 doses executadas na primeira aplicação, o que deixa Sergipe na nona posição do ranking nacional neste quesito. Quanto à segunda dose, foram aplicadas 241.774, deixando Sergipe na 16ª posição.

Foto: Valter Sobrinho

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Trabalhadores nascidos em março podem sacar auxílio emergencial
Em visita a JHC, Rodrigo Valadares elogia gestão do prefeito e declara: “Modelo a ser seguido”
Deputado Georgeo Passos quer apuração sobre “rachadinhas” na Fundação Renascer
2ª Assembleia Geral do Movimento Polícia Unida acontece nesta quinta-feira