Aracaju, 4 de agosto de 2021

Sergipe encerrou mês de maio com abertura de 432 empregos com carteira assinada

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

O estado de Sergipe encerrou o mês de maio com a abertura de 432 empregos com carteira assinada. A informação foi divulgada pelo Observatório de Sergipe/ Superplan, com dados do Caged, do Ministério da Economia.

Segundo o Observatório de Sergipe, o acumulado do ano, com ajuste, foram extintas 136 vagas. Já os últimos 12 meses, com ajuste, acumulam 9.775 postos gerados. O estoque de empregos no mês ficou em 273.196 postos.

Dos cinco setores observados, a indústria (+256), a agropecuária (+178) e o comércio (+174) criaram ao todo 608 vagas. Já serviços (-120) e construção (-56) obtiveram saldo negativo.

Na indústria, o saldo positivo foi impulsionado pela fabricação de produtos alimentícios (+285), mais especificamente, pela fabricação e refino de açúcar (+261). Na agropecuária, pelo cultivo de cana-de-açúcar (+178). Já no comércio, o destaque foi, sobretudo, o varejista de ferragens, madeira e materiais de construção (+103). E no setor de serviços, o resultado negativo foi pressionado, principalmente, pelas atividades ‘alojamento e alimentação’ (-102) e transporte, armazenagem e correio (-101).

Os municípios que mais geraram emprego no mês de maio foram: Laranjeiras (+262), Aracaju (+162) e Japoatã (+93). E os que mais perderam emprego: São Cristóvão (-112), São Miguel do Aleixo (-65) e Propriá (-55).

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Sem título
MPSE recomenda que Japaratuba e Pirambu incluam ações e conteúdos sobre direitos humanos e prevenção à violência
Alterado  funcionamento das UBSs de síndrome gripal no final de semana
Universidade Federal lança concurso com 13 vagas para professor efetivo