Aracaju, 5 de agosto de 2021

O pagador de promessas

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Por Adiberto de Souza *

Tomamos o título acima emprestado do filme de Anselmo Duarte, ganhador da Palma de Ouro do Festival de Cannes, para nominar um feito positivo do governador Belivaldo Chagas (PSD). Segundo balanço efetuado pelo portal de notícias G1, o gestor sergipano foi o 2º do Nordeste e o 7º do Brasil que mais cumpriu promessas da campanha de 2018. Das 27 propostas feitas no palanque, o governador já executou 10, o que corresponde a 37,04%, percentual acima das médias gerais dos estados e da região que são, respectivamente 28,25% e 28,39%. E mais: quando considerado as promessas já executadas somadas às parcialmente realizadas, Belivaldo alcançou 55,56%, um pouquinho acima da média nacional de 53,36% e da regional de 53,53%. Alguém pode dizer que já era tempo para ele ter cumprido muito mais do que foi prometido, contudo é preciso levar em conta que os governadores enfrentam há 14 meses a dramática pandemia da covid-19. Apenas a título de comparação, vale ressaltar que no terceiro ano de gestão, mesmo sem enfrentar tão grave crise sanitária, o ex-governador Jackson Barreto (MDB) cumpriu 30% das promessas de campanha, conforme o mesmo portal G1. Portanto, assim como as falhas do governo devem e são aqui criticadas, este feito positivo da administração estadual merece ser elogiado, dentro do princípio ensinado pelo escritor francês Pierre de Beaumarchais: “Sem liberdade de criticar, não existe elogio sincero”.

Toma lá, dá cá

E o deputado federal Bosco Costa (PL) botou a boca no trombone sobre o toma lá, dá cá do governo Bolsonaro. Injuriado com a demora em ver um aliado nomeado para um cargo federal em Sergipe, o parlamentar gravou uma mensagem cobrando o prometido. Após deixar claro que está sendo enrolado pelo governo, Bosco indagou ao interlocutor se deve continuar esperando a nomeação ou passar a se posicionar como oposição na Câmara Federal. Apesar da cobrança pública, o Palácio do Planalto ainda não atendeu a promessa feita a Costa. Misericórdia!

Já está em casa

Após se submeter a uma cirurgia num hospital em São Paulo, o deputado federal Valdevan Noventa (PL) já recebeu alta médica e convalesce em sua residência. Na semana passada, ele sentiu umas dores no peito e descobriu que estava com uma veia entupida, tendo que fazer um procedimento de cateterismo. Segundo a assessoria, “Valdevan Noventa deverá permanecer em repouso, ausentando-se de suas agendas profissionais e políticas até a reavaliação médica”. Então, tá!

Passando ao largo

Com o título acima, a jornalista Thaís Bezerra publicou no Jornal da Cidade a seguinte nota: “Enquanto os senadores Alessandro Vieira (Cidadania) e Rogério Carvalho (PT) disputam para ver quem mais aparece na CPI da Covid-19, a senadora Maria do Carmo (DEM) não quer nem falar neste assunto. Ela prefere cumprir a sua agenda em Brasília e aproveitar os fins de semana para fazer política em Sergipe. Aliada de Jair Bolsonaro, a senadora vai liberando recursos para os municípios e indicando aliados para os cargos federais. Experiente, a demista acha que isso rende mais votos”. Marminino!

Vacinas vencidas

As prefeituras dos sete municípios sergipanos desmentiram que aplicaram vacinas vencidas contra a covid-19. Em nota, as Secretarias da Saúde juraram que “deve ter havido erro de digitação, tal e coisa e coisa tal”. Segundo dados do próprio Ministério da Saúde, foram ministradas em todo o país cerca de 26 mil doses da vacina AstraZeneca com prazo de validade vencido. Em Sergipe, as doses do imunizante sem serventia teriam sido aplicadas em Capela (4), Itabaiana (4), Socorro (3), Aracaju (1), Glória (1), Estância (1) e Lagarto (1). Crendeuspai!

Apaga velinhas

E quem está trocando de idade nesta segunda-feira é o dinâmico empresário Walter Franco. Ex-deputado estadual, ele fez história em Sergipe ao encabeçar a luta pelas eleições diretas para presidente da República. Hoje, Walter Franco se dedica exclusivamente ao comando do Sistema Atalaia de Comunicação, moderno grupo empresarial composto por emissoras de rádio e televisão. Vida longa!

O povo por fora

Discutida no Congresso, a Reforma Tributária é importante para 72% dos brasileiros, porém somente 10% estão bem informados sobre o tema, 40% não sabem nada e 46% conhecem apenas um pouco. Segundo o ex-deputado federal sergipano Mendonça Prado (PDT), uma Reforma Tributária justa é aquela que enseja uma arrecadação maior de valores originados por tributos diretos. O pedetista entende que “projetos que mantêm a faixa de contribuintes pobres pagando mais ao Estado que os ricos não é reforma, é apenas o continuísmo de um sistema distorcido e perverso”. Home vôte!

Missa de 7º Dia

Foi celebrada, ontem, em Itabaiana a missa de 7º dia em sufrágio da alma do radialista Francis de Andrade, que morreu vítima da covid-19. A cerimônia religiosa aconteceu na Igreja Matriz de Santo Antônio e Almas. Ex-vereador e um dos mais respeitados comunicadores de Itabaiana, Francis de Andrade também era o presidente do Diretório do Democratas naquele município. Descanse em paz, amigo!

Balões de ensaio

Faltando ainda mais de um ano para as eleições de 2022, os partidos começam os primeiros ensaios para a próxima campanha a governador de Sergipe. As principais legendas tentam colocar seus balões no ar, enquanto se esforçam para furar ainda na subida os artefatos adversários. Dizer agora quais pré-candidaturas ao governo sobreviverão até as convenções partidárias é um difícil exercício de futurologia. Os próprios políticos sabem que tudo vai depender do lado que o vento estiver soprando no primeiro semestre do próximo ano. Danôsse!

Pela democracia

A manifestação popular pelo impeachment do presidente Bolsonaro reuniu, sábado último, em Aracaju democratas de todas as idades e das mais variadas correntes políticas. Mereceu destaque a geração de 68, representada no protesto por Jackson Barreto, Wellington Mangueira, Bosco Rollemberg e Chico Varela, valentes que lutaram contra a ditadura militar de 64. Segundo Jackson, “se a democracia e as liberdades correram riscos, estaremos sempre na luta”. Certíssimo!

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano O Imparcial, em 10 de abril de 1919.

* É editor do Portal Destaquenotícias

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Deputado Talysson cobra ponto de ônibus coberto em N. Srª Aparecida
Aprovado na Alese o pedido de regularidade de abastecimento de água em Muribeca
Deputada solicita isenção de tarifas em transportes coletivos em Aracaju
Ipesaúde inclui cirurgião torácico em seu leque de especialidades