Aracaju, 31 de julho de 2021

Escolas municipais se equipam e garantem segurança à retomada das aulas presenciais

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Se preparando para o retorno das aulas presenciais, as 74 escolas municipais de Aracaju se planejam desde o ano passado para receber os alunos e retomar as atividades suspensas devido à pandemia. Com equipamentos de higiene pessoal e coletiva, as unidades voltarão a oferecer aulas presenciais, adequadas às normas de segurança sanitária estabelecidas pelas autoridades em saúde.

Devido à situação de calamidade pública em todo o país, o Governo Federal instituiu em outubro de 2020, através do FNDE, o Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) Emergencial, com o objetivo de contribuir para o provimento das necessidades prioritárias das escolas por razão pandemia de covid–19. Juntas, as escolas municipais de Aracaju receberam o montante de R$312.555,92.

Com o valor recebido do PDDE emergencial, aliado aos recursos do Programa de Repasse de Recursos Financeiros (Prefin), as unidades de ensino adquiriram diversos itens que tornará possível e seguro o retorno às aulas presenciais.

Atualmente, as escolas encontram-se equipadas com dispensadores para álcool, sabonete líquido e papel toalha, pulverizadores spray, termômetros digitais infravermelho, lavadoras de alta pressão, fitas para demarcação, tapetes sanitizantes, hipoclorito de sódio, álcool, máscaras, luvas, totem pia personalizado, entre outros. O retorno das aulas presenciais foi autorizado pelo decreto municipal 6.502/2021, publicado no último dia 1º.

“Todas as adaptações são extremamente necessárias para o retorno seguro das aulas, tanto para alunos, como para professores e funcionários das escolas. Temos unidades equipadas e preparadas para receber os estudantes, de forma escalonada e se adequando ao protocolo do distanciamento social. Além disso, os professores e funcionários das escolas já estão sendo vacinados contra a Covid-19 e o esforço das equipes diretivas das escolas tem sido fundamental para planejarmos este retorno. Hoje, temos uma rede inteiramente comprometida com a segurança sanitária e com a continuidade do ensino sem grandes prejuízos para os estudantes”, explica a secretária municipal da Educação, Cecília Leite.

Seguindo orientação da Vigilância Sanitária, as escolas também já realizaram demarcações nas salas de aula, com o distanciamento entre carteiras. A Secretaria Municipal da Educação (Semed) também realizou manutenção nas janelas das unidades, para garantir a ventilação natural dos ambientes, o que é recomendado pelas autoridades sanitárias.

A Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) José Conrado de Araújo é uma das maiores da rede em número de alunos. Nesta unidade, o depósito está abastecido com diversos itens de higienização. “Em termo de material de higiene, estamos bem sortidos”, pontua a diretora da Emef, Carla Christina Gonçalves.

“Nós tentamos minimizar ao máximo os prejuízos à aprendizagem dos alunos, mas não temos como fazer isso totalmente. As aulas precisam voltar. Também sou mãe e sei como os pais estão tendo dificuldades no acompanhamento dos alunos em casa. Temos consciência de que esse retorno será diferenciado e com uma preocupação muito maior com a segurança sanitária e a Prefeitura já vem dando esse aparato no que diz respeito à aquisição de materiais de higiene. E com a vacinação dos profissionais da Educação, nos sentimos mais seguros”, completa a diretora Carla.

Na Emef Artur Bispo do Rosário, o recurso do PDDE Emergencial também foi utilizado na aquisição de itens de higienização. “Concentramos nas orientações da Vigilância Sanitária e investimos em itens de limpeza coletiva, como das salas, dos armários, das cadeiras, tapetes. Nós também já havíamos adquirido itens para a segurança do professor, como máscaras, face shield, álcool em gel, organizador plástico para melhor higienização com álcool. A escola já está preparada para receber os alunos de volta”, garante a diretora da unidade, Jocivânia Barreto.

Equipamentos de Proteção Individual

No mês passado, por intermédio do Programa Saúde na Escola (PSE), a Prefeitura de Aracaju realizou a compra de diversos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para serem distribuídos entre os alunos da rede.

Com os recursos federais destinados ao PSE, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) realizou a aquisição de mais de 140 mil itens que serão distribuídos aos alunos, dentre os quais estão protetor facial infantil (face shield), que serão entregues para os alunos do Infantil III, Infantil IV, Infantil V e alunos do 1° ano do Ensino Fundamental; máscaras tamanho P, distribuídos para crianças de 4 e 5 anos (Infantil IV e Infantil V); máscaras tamanho M, para alunos de 6 a 10 anos (1º ao 5º anos do Ensino Fundamental); máscaras modelo adulto, distribuídos para os alunos do 6º ao 9º anos e para os estudantes da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Além disso, também estão sendo distribuídas squeezes, para alunos do 1º ao 4º ano; porta-máscara, para alunos do Infantil IV ao 6º do Ensino Fundamental; termômetro clínico infravermelho sem contato (dois por escola) e álcool em gel 70% (1º ao 4º ano do Ensino Fundamental).

Foto: Walter Martins/Semed

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Aracaju mantém a vacinação contra covid-19 neste final de semana        
LIRAa: Aracaju permanece em médio risco de infestação por Aedes
Belivaldo Chagas em Japaratuba dá ordem de serviço, bate bola com André Moura e diz que Zeca da Silva subirá mais um pouco
Influenza: PMA alerta gestantes sobre importância vacinação