Aracaju, 2 de agosto de 2021

MJSP LANÇA 2 CURSOS COM FOCO NA PREVENÇÃO AO SUICÍDIO PARA SEGURANÇA

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

O Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), por meio da Diretoria de Ensino e Pesquisa da Secretaria de Gestão e Ensino em Segurança Pública (DEP/Segen), disponibilizou os cursos de “Prevenção ao Suicídio para os Profissionais de Segurança Pública”, nos níveis básico e avançado.

A capacitação foi desenvolvida pelo MJSP, por meio de Acordo de Cooperação celebrado entre a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), Secretaria de Gestão e Ensino em Segurança Pública (Segen) e a SaferNet Brasil (Associação civil de direito privado, com foco no enfrentamento aos crimes e violações na internet). A capacitação conta, ainda, com o apoio técnico do Instituto Vita Alere e do Facebook Brasil.

O curso é autoinstrucional e visa proporcionar aos profissionais do Sistema Único de Segurança Pública (Susp) o fortalecimento das competências cognitivas, operativas e atitudinais em relação à promoção de saúde mental, à prevenção e posvenção do suicídio. Com isso, busca-se alcançar a melhoria da qualidade da vida psicossocial dos integrantes do Susp e, assim, fomentar a reflexão pública sobre o fenômeno suicídio.

A capacitação será dividida em dois níveis: básico e avançado, com 27 h/a e 10 h/a, respectivamente. O curso básico será oferecido para todos os integrantes do Sistema Único de Segurança Pública. Já a etapa avançada será dedicada ao profissional que atua na área da saúde e assistência social da Segurança Pública, para o atendimento dos agentes do Susp.

De acordo com o ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, o suicídio entre os profissionais é um problema grave e que merece atenção do governo federal: “Precisamos de ações efetivas para prevenir as ocorrências de novos casos e promover a saúde mental desses profissionais. O nosso governo tem compromisso com a melhoria da qualidade de vida e com a valorização das pessoas que trabalham incansavelmente na proteção da sociedade brasileira. Essa iniciativa é um marco importante para o aperfeiçoamento e a qualificação da política de enfrentamento ao suicídio”, afirmou o ministro.

Os interessados em participar da capacitação devem, primeiramente, se cadastrar na plataforma de ensino da rede Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública (Sinesp) para, em seguida, realizar a inscrição. Para quem já é cadastrado no sistema, basta entrar no portal com login e senha. Realizada a inscrição, o agente tem até dezembro de 2021 para concluir o curso.

Fonte: MJSP

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Batata-doce é cultivada no Alto Sertão com irrigação pública
Em Aracaju, 16,4 mil pessoas estão aptas a receber 2ª dose de AstraZenca e Pfizer
“Somos ricos em gás e minérios e referência para o país agora e nos próximos anos”, diz Belivaldo
No próximo sábado vai ter Fora Bolsonaro na Feira do município de Siriri