Aracaju, 28 de julho de 2021

Realidade da sucessão estadual

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Diógenes Brayner diogenesbrayner@gmail.com

Perguntado sobre a possibilidade de o senador Rogério Carvalho (PT) ser candidato ao Governo do Estado, em uma escala de dez a zero, um importante integrante da base aliada apontou: “zero”. E acrescentou: “não há mais qualquer chance do bloco indicar o senador”.  Para a mesma fonte, “isso acontece por inabilidade do próprio PT, que fez de tudo para se afastar do grupo”. Revelou que, no início, quando não se falava em candidatura para 2022, o nome de Rogério era citado pela cúpula como provável para a sucessão de Belivaldo Chagas, “mas ocorreram vários incidentes políticos internos que terminaram por excluir essa possibilidade”.

Deixou bem claro que nada ocorreu por iniciativa do senador que deseja disputar o Governo, mas por companheiros seus que traçaram uma estratégia de enfraquecer o grupo, com objetivo de fortalecer a legenda petista e retornar ao comando político do bloco, dentro da teoria que ele fora iniciado pelo ex-governador Marcelo Déda (PT) e o partido não poderia deixar de estar à frente do comando. Houve uma reação de lideranças de outros partidos da base, que provocou um afastamento do petismo, até mesmo pela diversidade que se criou e que conduzia para a diversidade ideológica que se tentava impor.

Há um reconhecimento que o presidente regional do PT em Sergipe, deputado federal João Daniel, com apoio do próprio Rogério Carvalho, não pretendia adotar posição diferente da que se vivia na base aliada. Mas comportamentos de setores do PT provocaram um distanciamento “que hoje fica difícil o reencontro”, como disse a fonte. O lançamento de candidaturas petistas às Prefeituras Municipais em vários municípios – como Nossa Senhora do Socorro, Estância, Canindé do São Francisco, Itabaiana e Aracaju – provocou descontentamentos e levou à cisão.

Principalmente a disputa em Aracaju, que foi considerada uma posição clara contra toda à base, já que o nome do prefeito Edvaldo Nogueira (PDT) era consenso de todas as siglas de um bloco que caminhava coeso. A marca ficou e se aprofundou. Hoje não há forma de recomposição, exatamente em razão de posições e discursos proferidos na campanha municipal, que atingiram até mesmo o Governo que o PT se dizia aliado. Nesse momento que há antecipações de conversas e lançamentos discretos de candidaturas, o nome de Rogério Carvalho é citado, “mas não terá aval do bloco que ele integra desde a sua formação”, disse o membro da cúpula.

Hábil e de boa articulação, o senador não deixará de disputar o Governo, inclusive com o aval do ex-presidente Lula da Silva, que terá voto na base caso tente retornar ao Planalto, mas certamente terá que buscar novos partidos e construir uma nova estrutura política no Estado para levar adiante o seu projeto. É a realidade do momento.

Lamenta prisão na CPI

O presidente da CPI da Pandemia, senador Omar Aziz confirmou a prisão do depoente e Roberto Dias Ferreira, ontem, que foi retirado da sala escoltado pela Polícia Legislativa.

*** O advogado José Rollemberg considerou “um desserviço essa prisão arbitrária. Lamentável”.

Assunto do momento

A indicação do ex-deputado Zeca da Silva para ocupar uma Secretaria Executiva no Estado é o assunto político do momento.

*** Chega a superar até mesmo as especulações sobre possíveis candidatos ao Governo.

*** Não há quem se convença de que o ex-deputado federal André Moura (PSC) não tenha sugerido a indicação de Zeca.

*** Procurado, André Moura evitou dar entrevistas.

Zeca bem aceito

O nome de Zeca da Silva para a Secretaria Executiva foi bem aceita pela base aliada e comentada entre seus membros. Admitiram que “foi acertada”.

*** Também deixou o governador Belivaldo Chagas e o secretário geral de Governo, José Carlos Felizola muito satisfeitos.

Belivaldo decidido

A partir de agora as especulações são em relação à saída do governador Belivaldo Chagas (PSD) para ser candidato ao Senado Federal em 2022.

*** Circula mais entre adversários, embora o próprio Belivaldo tenha descartado qualquer possibilidade de disputar eleições. Vai concluir o mandato.

*** Um dos seus aliados próximos disse que ele não tentaria isso, porque teria que passar o Governo para a vice, Eliane Aquino (PT).

Daniele e o Cidadania

A delegada Daniele Garcia está com um pé fora do Cidadania. A informação é que ela está conversando mais com o Podemos, embora esteja próxima do PSDB.

*** Não seria um afastamento do senador Alessandro Vieira (Cidadania), mas algumas discordâncias com o seu estilo político.

*** Vieira é candidato a governador e Daniela pode disputar o Senado numa composição com ele.

O mesmo com Emília

Segundo fonte bem avisada, a vereadora Emília Correa estaria pensando em deixa o Patriota, em razão da possível filiação do presidente Jair Bolsonaro.

*** Emília não pode deixar o partido agora, mas no próximo ano quando for “aberta a janela” que permite troca de partido.

Daniele e Emília

Há chances de Emília e Daniele se filiarem a um mesmo partido, com objetivo de formarem parceria para disputar à Câmara Federal.

*** Daniele fala em candidatura ao Senado, mas não descarta a possibilidade de uma chapa ao lado de Emilia para disputar vaga na Câmara.

Reinaldo no TCE

Reinaldo Moura falou ontem que foi ao TCE e ao tentar falar com o presidente Luís Augusto Ribeiro, alguém o avisou: “ele está com o governador”!

*** – Ah, então vou dar um abraço em Belivaldo, falou Reinaldo.

*** Entretanto era o conselheiro Ulices Andrade que estava lá (Risos gerais).

Silvio explica

Silvio Santos explicou ontem que seu afastamento da Vice-Governadoria ocorreu a seu pedido, por estar fazendo especialização em Ciências Políticas.

*** Ele já havia solicitado demissão há alguns meses, mas como o curso está intenso, disse que não poderia mais permanecer no cargo.

Questiona isonomia

O senador Alessandro Vieira admite que o presidente da CPI tem autonomia para decretar a prisão do depoente Roberto Dias por falso testemunho e “isso deve ser respeitado, mas questiono a falta de isonomia na decisão”.

*** – Dias não foi o primeiro a mentir flagrantemente na comissão. É importante manter o foco: são mais de 525 mil mortos, disse.

Congresso critica

O senador Rogério Carvalho (PT) diz que o papel das forças armadas é da defesa da sociedade e das instituições democráticas desse país.

*** – O Senado é uma dessas instituições! A manifestação das FFAA sobre o funcionamento do Congresso Nacional foi inoportuna e inadequada, disse.

Querem outro nome

O ex-senador Valadares (PSB) tem seu nome citado para disputar o Senado na chapa de Rogério Carvalho (PT), dentro de entendimento PT/PSB em Brasília.

*** Em Sergipe circulou ontem a informação que integrantes de tendências petistas defendem outro nome.

Sobre pandemia

A vice-prefeita Katarina Feitosa fala Sobre a pandemia: É uma situação muito complicada, difícil, que afeta o financeiro, o psicológico.

*** – E, apesar disso, estar enfrentando a situação ao lado de Edvaldo Nogueira é interessante, porque tenho aprendido muito ao lado dele e de toda a equipe.

Um bom bate papo

Omar Aziz – Estão tentando distorcer minha fala e me intimidar. Não aceitarei! Não ataquei os militares brasileiros.

Leandro Demori – Tem 6.000 militares no governo. Muitos nas altas bocas de cargos de diretoria. Muitos em ministérios.

Alexandre Pepe – Militares hoje cagam na Democracia porque não foram punidos pelos crimes que cometeram na Ditadura.

Fabiano Contarato – A cada dia um novo absurdo! Agora, o Presidente está recorrendo ao STF contra a lei aprovada que garante internet para alunos e professores de escolas públicas.

Metrópoles – No Senado, Rodrigo Pacheco tentou apaziguar os ânimos, mas senadores membros da CPI se revoltaram e disseram que não aceitaram ataques.

Bolsominios Arrependdidos – A partir de 2023 veremos conservadores falando que “Bolsonaro elegeu Lula”.

Roberto Requião – Se você colocar um banana na frente de uma instituição, a instituição vai virar uma bananada, bem mole, doce demais!

Metrópole – Estudo realizado com diferentes tipos de máscaras usadas por infectados sugere que as de tecido com três camadas também bloqueiam o vírus.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Juíza Maria Angélica França e Souza é nova Desembargadora do TJSE
SSP abre seleção para estagiários de Publicidade e Propaganda e Jornalismo
Seduc convoca professores substitutos para atuarem no retorno presencial
Policiais rodoviários federais apreendem 30 quilos de haxixe na BR-101, no município de Umbaúba