Aracaju, 5 de agosto de 2021

Campanha Solidarize-SE entrega 250 cestas de alimentos à comunidade

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Apenas nesta terceira etapa, a Solidarize-SE já realizou a entrega cerca de 4750 cestas à população da capital e do interior do estado

A Campanha Solidarize-SE segue a todo vapor. Apenas nas últimas terça e sexta-feira, foram entregues a famílias dos municípios de São Cristóvão, Riachão do Dantas e Tobias Barreto, 250 cestas básicas. Apenas nesta terceira etapa, a Solidarize-SE já realizou a entrega cerca de 4750 cestas à população da capital e do interior do estado.

De acordo com a vice-governadora Eliane Aquino, o recebimento de uma cesta básica ameniza a situação, mas não acaba com os problemas sociais aprofundados pela pandemia. “Nós estamos viajando por todo o estado e levando esse alento à população, mas sabemos que os problemas ocasionados pela pandemia são extremamente profundos e perpassam, mais do que nunca, pela necessidade de uma política de assistência social fortalecida desde os municípios até o Estado. Precisamos também que a vacinação ocorra com mais rapidez para que possamos vislumbrar, finalmente, o fim da pandemia e ajudar as pessoas a colocar suas vidas nos trilhos novamente. A vacinação é a nossa principal arma neste momento”, alertou a vice-governadora.

Segundo dados do Inquérito Nacional sobre Insegurança Alimentar no Contexto da Pandemia da Covid-19 no Brasil, realizado pela Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional, 55,2% dos lares brasileiros, ou o correspondente a 116,8 milhões de pessoas, conviveram com algum grau de insegurança alimentar no final de 2020 e 19 milhões de brasileiros passaram fome.

Para a prefeita de Riachão do Dantas, Simone Andrade, a campanha Solidarize-SE demonstra a presença do Estado junto aos municípios. “A chegada da Solidarize-SE aqui em Riachão foi muito importante, porque é uma somação de esforços. Nós sabemos que tem um IDH baixo, com muitas famílias vivendo em extrema pobreza, então é mais uma ação que vem se somar com a gestão para que possamos dar um apoio a essas famílias”.

Já para o prefeito Dilson de Agripino, de Tobias Barreto, o destaque da Campanha Solidarize-SE, além das cestas propriamente ditas, é o alerta que a vice-governadora faz em relação à pandemia. “Com certeza as cestas básicas são muito bem-vindas para as famílias do nosso município, mas eu quero ratificar a importância da vice-governadora Eliane Aquino falar com a população sobre o uso de máscaras e álcool em gel, além do distanciamento social, porque sabemos o poder que as mensagens falsas tem atualmente, então quando uma pessoa de credibilidade como ela vem até o nosso município e além de trazer esse auxílio à população, reforça os cuidados que todos devemos tomar, é muito gratificante”, avaliou o prefeito.

“É maravilhoso! Porque essas cestas aqui significam que existe um governo olhando para nós nesse momento difícil. Vai ajudar demais lá em casa”, disse Grisiela Silva, moradora do município de Riachão do Dantas.

Dona Maria Serrati é de Tobias Barreto e tem oito filhos. Para ela, a campanha Solidarize-SE chega em boa hora. “Graças a Deus é uma ajuda que Ele mandou para todas nós. Todos estamos precisando, porque esse é um momento muito difícil, mas no final sempre há uma luz”.

Segundo a marisqueira Elizabete Santos, moradora da Ilha Grande, em São Cristóvão,  o número de mariscos comercializados durante a pandemia caiu muito, o que dificultou a manutenção da renda de diversas famílias. “Mesmo com a pandemia, os preços das coisas não param de subir e com ainda menos dinheiro em casa fica difícil manter a família e com certeza essas cestas vão ser de muita ajuda lá em casa. Só tenho a agradecer!”, finalizou.

Em sua terceira etapa, a campanha conta com o engajamento coletivo do Fórum Empresarial de Sergipe, Associação Sergipana de Supermercados (Ases), Sindicato Atacadista e Distribuidor de Sergipe (Sincadise), Sindicato do Comércio Varejista (Sincovese), Grupo Maratá, Grupo FaSouto, Central Única das Favelas (Cufa Sergipe), Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL), Ministério Público Estadual (MP/SE), Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas (FCDL) de Sergipe, Serviço Social do Comércio (SESC), TV Atalaia e TV Sergipe.

Fonte e foto assessoria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Deputado Talysson cobra ponto de ônibus coberto em N. Srª Aparecida
Aprovado na Alese o pedido de regularidade de abastecimento de água em Muribeca
Deputada solicita isenção de tarifas em transportes coletivos em Aracaju
Ipesaúde inclui cirurgião torácico em seu leque de especialidades