Aracaju, 5 de agosto de 2021

Covid-19: Aracaju vacinou 2.857 pessoas com a segunda dose

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

A Prefeitura de Aracaju, por intermédio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), segue com a campanha de imunização da população contra a covid-19. Nesta terça-feira, 13, a aplicação foi destinada aos cidadãos com agendamento referente à segunda dose, além de gestantes e puérperas com a primeira dose, totalizando 2.921 pessoas.

A aplicação da primeira dose para a população a partir de 34 anos está suspensa por falta de imunizante. A SMS aguarda o envio, por parte do Ministério da Saúde, de uma nova remessa para que o Município volte a avançar com o cronograma por idade. A expectativa é que um novo lote chegue ainda esta semana.

Até o momento, Aracaju vacinou 306.671 pessoas com a primeira dose, o que corresponde a 46,12% da população.

A secretária municipal de Saúde da capital, Waneska Barboza, esteve no drive-thru montado no parque da Sementeira para acompanhar o fluxo. A gestora mostrou-se esperançosa de que, ainda esta semana, Aracaju retome a aplicação da primeira dose e avance cada vez mais no cronograma de vacinação.

“A primeira dose está suspensa, em virtude de termos zerado o estoque desde ontem [12] com a aplicação nas pessoas com 34 anos, inclusive, foi um sucesso, mais de 90%. Estamos bastante ansiosos com a expectativa de que ainda esta semana chegue. Existe a sinalização do Ministério da Saúde de entrega de cerca de quatro milhões de doses da AstraZeneca, e cerca de 600 mil doses da Pfizer, mas ainda não temos uma data prevista. Estamos aguardando e esperando que, nos próximos dias, a gente já tenha uma definição na entrega das vacinas e a gente possa fazer um novo planejamento. A gente segue aplicando a segunda dose, já que nós temos aí as pessoas programadas para o mês de julho”, colocou.

Waneska revelou ainda que está estudando a viabilidade de avançar ainda mais com a aplicação da segunda dose. “Estamos em discussão técnica com a Secretaria de Estado da Saúde sobre a possibilidade de avançarmos com a vacinação da segunda dose. Amanhã [quarta-feira, 14] teremos uma definição sobre isso, mas por enquanto, aquelas pessoas que estiverem programadas nas suas datas, podem comparecer em qualquer um dos postos definidos como segunda dose e no drive da Sementeira”, disse, ao sublinhar que no drive, as pessoas não precisam levar o código para tomar a segunda dose, “basta comparecer com a sua identidade e o cartão de vacinação demonstrando que tomou a primeira”.

Felicidade

Foi justamente no posto volante da Sementeira que Maria Rosa, de 60 anos, concluiu seu esquema vacinal. O sentimento, de acordo com ela, é de pura alegria. “Estou feliz da vida. É uma vitória para nós. Todos nós temos que agradecer a Deus, sempre, pela possibilidade de conseguir tomar vacina. Isso é importante”, destacou.

Josefa Eraldina, 62, também esteve no drive e mostrou-se igualmente feliz. “O sentimento é de felicidade. Estou nervosa, mas aliviada. Vou continuar usando máscara, deixar de me proteger, nunca!”, exclamou.

Maria Valdira, 63, foi até à Unidade Básica de Saúde (UBS) Edézio Vieira de Melo, situada no bairro Siqueira Campos. Ela conta que estava com muito medo de ser contaminada e não via a hora de ser imunizada por completo. “Estou muito feliz, estava com medo dessa doença. Mas agora tomei a segunda dose e estou aliviada”.

Jorge José dos Santos, 62, esteve na UBS Edézio Vieira de Melo e também externou alegria. “Estou sendo imunizado para não ficar doente. Graças a Deus estou aliviado e vou continuar usando máscaras e com o distanciamento das pessoas”, frisa.

Não muito longe dali, no auditório anexo à Escola Municipal Presidente Vargas, ainda no bairro Siqueira Campos, onde a vacinação é exclusiva para gestantes e puérperas, Carola Ingrid Silva da Luz, 38, que está prestes a dar à luz, contextualizou a importância da vacinação.

“Estou com 34 semanas, esperando um menino, o Juliano. A gente está passando por um problema tão grande, uma situação tão difícil e essa imunização garante anos de vida e saúde para cuidarmos de nossa família, principalmente das pessoas que estão ao nosso redor. É importantíssima essa campanha, esse apego da saúde para buscar mais doses da vacina. Estou extremamente feliz. Espero que, ao tomar a vacina, os anticorpos passem para Juliano, que ele seja tão imunizado quanto eu. Mais de um ano de sofrimento. A saúde está de parabéns. Agora estou respirando mais fundo”, destacou.

Pontos de vacinação

A segunda dose está sendo aplicada em 12 pontos fixos de Aracaju, das 8h às 16h, são eles: UBS Osvaldo de Souza, no bairro Getúlio Vargas; UBS Manoel de Souza Pereira, no Jabutiana; UBS Augusto Franco, na Farolândia; UBS Roberto Paixão, no 17 de Março; UBS Edézio Vieira de Melo, no Siqueira Campos; UBS Eunice Barbosa, no Coqueiral; UBS Max de Carvalho, no Ponto Novo; UBS Cândida Alves, no Santo Antônio; UBS Celso Daniel, no Santa Maria; UBS Hugo Gurgel, na Coroa do Meio; e UBS Augusto César Leite, no bairro Aeroporto.

A dose de reforço também está sendo administrada no drive-thru montado no parque da Sementeira das 8h às 17h. Para tomar a segunda dose, é preciso apresentar RG com CPF, comprovante de residência de Aracaju e cartão de vacinação.

No auditório da Escola Presidente Vargas, no bairro Siqueira Campos, a aplicação da primeira dose é exclusiva para gestantes e puérperas.

Foto Sérgio Silva

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Ipesaúde inclui cirurgião torácico em seu leque de especialidades
Energisa com inscrições abertas para o programa Jovem Aprendiz
Semana Pedagógica mostra estratégias de ensino e aprendizagem
Investigado considerado de alta periculosidade morre em confronto com policiais