Aracaju, 3 de agosto de 2021

Defesa dos pastores diz que o processo judicial criminal tramita normalmente em relação a um dos acusados do suposto crime

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

A Justiça de Sergipe, através da 9º Vara Criminal, desclassificou duas denúncias de crimes sexuais apresentadas pela Polícia Civil, através de inquérito policial, contra o pastor Lucas Abreu da Igreja Quadrangular.

Veja nota da defesa

A defesa de algumas das vítimas do caso que envolve supostos crimes de natureza sexual contra dois pastores de Aracaju, composta pelas advogadas Dariadne Augusta, Liliane Karen e Lúcia Morgado, informa que diversamente do que vem sendo veiculado em algumas fontes midiáticas, o processo judicial criminal tramita normalmente em relação a um dos Acusados, por supostos crimes cometidos em face de vulneráveis. Em relação ao outro pastor, o pai, até o presente momento não houve qualquer manifestação do Ministério Público, que ainda faz a análise de provas.

A defesa dessas vítimas acredita nas decisões oriundas do Poder Judiciário Sergipano e do trabalho desenvolvido pelos membros do Ministério Público, especialmente em crimes dessa natureza, e considerando que o processo tramita em segredo de justiça, existe impedimento para apresentar maiores detalhes acerca do feito que se encontra sub judice.

Esses os esclarecimentos necessários.

Aracaju/SE, 14 de julho de 2021.

DARIADNE AUGUSTA
OAB/SE 13.418
LILIANE KAREN OLIVEIRA
OAB/SE 13.482
LÚCIA MORGADO
OAB/SE 9.363

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

UFS registra média anual de quase 19 pedidos de patentes desde 2011
PL inclui surdo unilateral nas cotas para deficientes em concursos públicos
Eduardo participa de solenidade para cidade mais sustentável
“O PSB se organiza para ser mais uma vez protagonista”, afirma Valadares Filho