Aracaju, 28 de julho de 2021

Comitê Técnico-Científico autoriza retorno do trabalho presencial no serviço

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Seguem proibidos os shows, baladas, blocos, micaretas e eventos de caráter festivo de lazer coletivo e similares. Já o toque de recolher foi reduzido para as sextas-feiras e sábados

O governo do Estado decretou, após reunião semipresencial do Comitê Técnico-Científico e de Atividades Especiais (Ctcae), realizada nesta quinta-feira (15), o retorno do funcionamento, a partir do dia 19 de julho, em todos os dias da semana, dos órgãos da Administração Pública Estadual, direta e indireta, do poder Executivo do Estado de Sergipe.

Segundo a Resolução Nº 25, o retorno ao trabalho presencial nas unidades de lotação dos servidores e empregados públicos deve ocorrer de forma regular, sem convocação. Fica estabelecida a exceção aos servidores ou empregados que integram o grupo de risco especificado pelo Ministério da Saúde ou com idade igual ou superior a 60 anos e que não tenham recebido a aplicação da segunda dose ou a dose única do imunizante contra a Covid-19. Para esses grupos, o retorno em regime presencial deve ocorrer 21 dias após o primeiro dia útil do prazo de imunização. Gestantes também não estão autorizadas ao retorno presencial.

O Ctcae considerou, para a decisão de flexibilidade das medidas de restrição do enfrentamento à Covid-19, a redução da média diária de novos casos, com menor patamar desde novembro de 2020. De igual modo, foi analisada a média diária de internações totais, com menor índice desde fevereiro deste ano e a taxa de 62,59% de pessoas com anticorpos do vírus no estado. Outro dado apontado foi a redução de 36,4% nas internações totais nos últimos 14 dias. No Sistema Único de Saúde (SUS), a queda de internações foi de 32,2% e de 43,4% na rede privada hospitalar.

O governador Belivaldo Chagas analisou o cenário e pontuou que mesmo estando em queda dos números, o cenário ainda requer cuidados. “Os números do nosso estado seguem caindo, graças a Deus, à vacinação e às medidas de restrição, mas não podemos baixar a guarda, especialmente com as novas variantes do vírus que já estão circulando em todo o mundo. Estamos lutando pela chegada de mais vacinas para o nosso estado, junto ao Governo Federal ou adquirindo diretamente, mas também tentando antecipar a segunda dose e fazendo um esforço junto aos municípios para que busquem essas pessoas que ainda não se imunizarem completamente dentro das faixas etárias já autorizadas”, frisou o chefe do executivo estadual.

O professor Lysandro Borges, coordenador do Comitê Científico da UFS, também ressaltou que os cuidados devem continuar. “A guerra ainda não acabou, estamos tentando vencer uma batalha, mas para isso é preciso acelerar a vacinação em segunda dose. Nós ainda temos 76 mil idosos que ainda não receberam a segunda dose da vacina. Contudo, é preciso aumentar o mapeamento das cepas e, continuar e intensificar o uso de máscaras de proteção respiratória e mantidas as medidas de restrição com muita responsabilidade”, salientou.

Toque de recolher

Está mantido o toque de recolher, mas com alteração quanto aos dias da semana, que vai das sextas aos sábados, das 22 às 5h da manhã do dia subsequente em todo o estado, já a partir desta sexta-feira (16).

Os parques de diversão, circos e similares estão autorizados a funcionar com 50% da capacidade. Sendo que, nos dias com toque de recolher, deve ser obedecido o horário entre as 05h e às 21h. Seguem proibidos os shows, baladas, blocos, micaretas e eventos de caráter festivo de lazer coletivo e similares.

Foto: Marcos Rodrigues

Com informações da ASN

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Prefeito de Aracaju recebe medalha do cinquentenário do TCE de Sergipe
Segundo dia de greve é marcado por ato na Saúde de Maruim
Maternidade promove simulado de evacuação em caso de incêndio com brigadistas
Banese faz parceria para alavancar turismo em Santana do São Francisco