Aracaju, 28 de julho de 2021

Rafael Cardoso se emociona com recado da sogra, Sônia Bridi: ‘É minha mãe’

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Nesta sexta-feira, 16/7, vai ao ar o último capítulo de Salve-se Quem Puder, e o desfecho de Renzo (Rafael Cardoso) é uma das principais expectativas do público. Qual será o fim do vilão que se tornou mocinho? Em entrevista ao Mais Você, o ator evitou spoilers, mas adiantou que o personagem terá um final feliz. Rafael também elogiou a parceria com Deborah Secco na novela das 7.

“Deborah é um presente que ganhei, uma gênia. Bom demais trocar com ela”, exaltou o ator.

Mas presente mesmo foi a nova chance que Rafael Cardoso ganhou da vida. Em junho, ele fez uma cirurgia cardíaca e implantou um desfibrilador por conta de uma miocardiopatia hipertrófica congênita, que lhe causava risco de morte súbita. Após ter tido Covid-19, o ator fez exames que detectaram fibrose no músculo cardíaco.

“Sempre convivi com a miocardiopatia, sempre pratiquei esporte de alto rendimento, porém, após ter contraído Covid, fiz exames que detectaram uma evolução na cardiopatia, o que me levava ao risco de morte súbita. Perdi quatro familiares assim. Hoje levo uma vida normal, dá para fazer de tudo, com monitoramento e parcimônia”, explicou ele.

E foi a sogra de Rafael, a jornalista Sônia Bridi, quem insistiu para o ator não subestimar o problema de saúde. “Até ele fazer a cirurgia, foi uma preocupação muito grande. Foram noites sem dormir”, lembrou Sônia.

“Sônia é uma sogra-mãe. Ela que ficou insistindo para eu me cuidar, esteve sempre ao meu lado, me levou para fazer o exame. Perdi minha mãe aos 11 anos e ela fez esse papel de mãe”, lembrou ele, emocionado.

A emoção continuou com o recado da mulher de Rafael, Mariana Bridi, mãe de seus filhos Aurora Valentim.

Nesses 14 anos de convivência, o que mais me orgulha é ver o Rafa pai. Estou aqui deixando esse recado para ele, escondida, enquanto ele está com as crianças, dando banho nelas. Te amo muito”, disse Mariana.

“A cirurgia no coração me deixou mais sensível. Não sou chorão assim”, brincou ele, que tem aproveitado o tempo livre durante a pandemia para estreitar ainda mais os laços com a família e fazer o bem ao próximo por meio de sua produção de alimentos orgânicos.

Mesmo recém-operado, ele não abriu mão de estar presente na distribuição de alimentos a famílias de comunidades carentes do Rio: “É uma das minhas prioridades.”

Fonte/Foto: globo.com

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Conselhos de Atitude Solidários encerram campanha solidária
Prefeito de Aracaju recebe medalha do cinquentenário do TCE de Sergipe
Segundo dia de greve é marcado por ato na Saúde de Maruim
Maternidade promove simulado de evacuação em caso de incêndio com brigadistas