Aracaju, 30 de julho de 2021

Cadu Moura quer fazer da Final do ‘Mestre do Sabor’ uma festa e ser campeão

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Ele se vê em uma grande festa. Mas não é a “Festa” cantada por sua musa Ivete Sangalo. É a festa da Final do Mestre do Sabor, que o tem como um dos quatro protagonistas. Aos 28 anos, Cadu Moura quer vencer a terceira temporada do reality gastronômico para se tornar, além de “a mais comentada da Bahia”, como costuma dizer, a mais comentada de todo o Brasil.

“Chegar à grande final é gigantesco, e a ficha não caiu ainda. Eu estou aqui achando que estou numa festa, e realmente é uma festa. Mas a realização do sonho de estar na televisão é algo surreal. Eu sou do coentro, da manteiga de garrafa, e vou chegar apenas com isso: minha simplicidade, todo meu amor, meu axé e respeito aos cozinheiros para fazer um belo trabalho e, quem sabe, ser a mais comentada, não só da Bahia, mas de toda essa Rede Globo”, brinca.

Com seu bom humor peculiar, o chef que nasceu no Recife, mas vive em Salvador já sabe o que fazer caso leve o prêmio de R$ 250 mil para o Nordeste. E, entre muitos planos, focar também no lado artístico é um deles.

“Primeiro, pagar as contas. Eu nunca tive uma vida relaxada, sempre foi aquele apertinho. Mas eu iria trocar de carro, porque é o mesmo desde a faculdade, e queria fazer uma viagem com a minha mãe. O sonho dela é ir para Gramado, ela ama Natal. E, obviamente, focar na parte profissional. Claro que pensei em abrir um restaurante, mas também queria investir nesse lado artístico”, conta ele.

Por falar nisso, por onde passa na Bahia, o “chef-artista” é puro sucesso. E no que depender do #TeamCadu, o título da temporada já tem destino certo…

“Minha família está louca! Temos camisas do #TeamCaduMoura. Minha mãe sai com a camisa todos os dias, virou uma farda lá em casa. E Salvador também. O povo fala comigo no mercado, nos restaurantes”, orgulha-se.

Família está empolgada na torcida por Cadu — Foto: Arquivo pessoal

Família está empolgada na torcida por Cadu — Foto: Arquivo pessoal

Mas Cadu também sabe falar sério. O chef que fez parte do time de Leo Paixão conta que o Mestre do Sabor foi fundamental para que ele passasse a acreditar mais em sua capacidade profissional.

“O que levo de experiência do Mestre do Sabor é saber que eu sou capaz. Por muito tempo eu me coloquei num patamar a menos do que sou, do que consigo fazer. Aqui consegui ver que eu era capaz. Mas foi uma trajetória linda, de muitas vitórias, acertos e aprendizados. Chegar aqui foi um grande mérito, mas só consegui achar que eu era capaz aqui. Então, é emoção misturada com gratidão. Realização é a palavra final”, afirma.

Apesar de ter conquistado confiança em si mesmo ao longo das provas do Mestre do Sabor, Cadu conta que esperava sim chegar à decisão do reality, porque este era seu objetivo desde o início. O chef revela que chegou a chorar antes de sua primeira prova individual e diz que se sente representando todos os companheiros e amigos cozinheiros na grande final.

“Quando entrei, imaginei sim que eu iria muito longe, porque coloquei isso como meta. Que era ser um bom profissional, focar, sem passar por cima de ninguém, e as coisas foram acontecendo. Imaginei, tracei, foquei e consegui. Hoje estou na final, e é muito prazeroso estar aqui, muito gratificante. Só carinho, gratidão e respeito por todos que tentaram chegar até aqui. Sinto que estou representando todos eles”, diz o chef.

E representando seus companheiros e a simplicidade da comida do Nordeste brasileiro, Cadu Moura já se sente realizado, independentemente do resultado da noite desta quinta-feira. Campeão ou não, o jovem chef já é, sem dúvida, “a mais comentada da Bahia”, como sempre quis ser.

“Estar na final do Mestre do Sabor significa tudo pra mim. Cada semana foi mágica. Minha missão era mostrar para mim mesmo que eu era capaz. A bandeira que eu estava levantando era do Nordeste, de simplicidade, sem deixar meu lado artista de fora. E sim, estou conseguindo realizar meu objetivo que é ser a mais comentada da Bahia”.

Por Renata Domingues, Gshow — Rio de Janeiro

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Estudantes de Arquitetura desenvolvem manual com base na NBR 15575 para habitações em Sergipe
Polícia Civil divulga imagens de furto em uma loja de roupas na cidade de Itabaiana. Veja o vídeo
Nova Lei contra violência auxiliará a Procuradoria da Mulher na Câmara de Pacatuba
Políticos de volta ao batente