Aracaju, 31 de julho de 2021

Isolamento social desencadeia doenças psicodermatológicas

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Por Dra. Andréia Braga

São chamadas de doenças psicodermatológicas as manifestações que desencadeiam problemas de pele ligados a distúrbios psicológicos, resultando em queixas como a queda de cabelo, piora de dermatites atópicas, reaparecimentos de manchas brancas de vitiligo que já estavam com a coloração normal da pele entre outros sintomas.

O isolamento social durante a pandemia trouxe muitos questionamentos, medos, angústia, estresse e ansiedade por parte de muitas pessoas, resultando em alterações dermatológicas que estão diretamente ligadas ao estado psicológico das pessoas.

Conforme a Sociedade Brasileira de Dermatologia(SBD),orienta a população durante o período de pandemia aderir a bons hábitos que podem ajudar a reduzir e prevenir as alterações em sua pele como por exemplo fazer atividade física regularmente, dormir bem, se alimentar de forma saudável além de praticar atividades relaxantes que tragam sensações de prazer.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Aracaju mantém a vacinação contra covid-19 neste final de semana        
LIRAa: Aracaju permanece em médio risco de infestação por Aedes
Belivaldo Chagas em Japaratuba dá ordem de serviço, bate bola com André Moura e diz que Zeca da Silva subirá mais um pouco
Influenza: PMA alerta gestantes sobre importância vacinação