Aracaju, 30 de julho de 2021

Seduc empossa diretores escolares aprovados em processo seletivo

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Inicialmente, foram abertas vagas para o cargo de diretor(a) escolar em 36 unidades de ensino distribuídas, nas dez diretorias regionais de educação

A Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc) iniciou na manhã desta segunda-feira, 19, a posse dos novos diretores escolares classificados no Processo Seletivo para Diretor de Escola 2021, via edital nº 19/2021. Inicialmente, foram abertas vagas para o cargo de diretor(a) escolar em 36 unidades de ensino distribuídas, nas dez diretorias regionais de educação.

A seleção envolveu um rigoroso processo em quatro etapas: inscrição, entrega de currículo, análise do plano de gestão e banca examinadora, além de preencher os requisitos para o certame. De acordo com o diretor de Recursos Humanos (DRH) da Seduc, Jorge Costa, caso haja vacância de cargos de direção na própria regional de educação, poderá fazer o realocamento dos classificados. No fim dessa fase de realocamento, se a vaga ainda permanecer aberta, o DRH poderá convidar os classificados em cadastro reserva para preencher o cargo.

“O processo seletivo para diretor de escola é mais uma ação de democratização da gestão escolar, que conduz a Seduc para o estabelecimento da educação como política de Estado. A seletiva realizou etapas fundamentadas em critérios técnicos para qualificar ainda mais os profissionais que ocuparão esses cargos “, concluiu o diretor do DRH, Jorge Costa.

A Diretoria de Educação de Aracaju (DEA) foi a primeira a empossar as quatro novas gestoras escolares classificadas e lotadas nas unidades de ensino sediadas em Aracaju. A posse se deu por ordem de classificação e aconteceu na sede da diretoria. Segundo a diretora da DEA, Gilvânia Guimarães, inicialmente, a diretoria convocou quatro diretores, considerando a possibilidade de demandar mais profissionais em função do processo de aposentadoria que alguns diretores iniciarão ainda este ano.

“De forma inicial nós temos quatro vagas, mas temos também um cadastro reserva, porque acontece de um gestor precisar se afastar ou iniciar o processo de aposentadoria. Nós temos pessoas que comprovadamente passaram por um processo seletivo e demonstraram competência técnica para ocupar o cargo”, disse Gilvânia.

Andreia Abreu é a nova diretora da Escola Estadual Professor Valnir Chagas, localizada no Centro de Aracaju, em função de um remanejamento realizado anteriormente. Diante do novo processo seletivo, ela foi classificada em primeiro lugar e seguirá com as atribuições de diretora escolar na unidade de ensino Valnir Chagas. “Fico muito feliz em ter sido aprovada no processo seletivo porque eu acho que o processo seletivo reafirma o nosso compromisso com a função de diretora. Para mim é um desafio porque é uma escola maior, é uma escola que tem cerca de 607 alunos, e nós desenvolvemos um acompanhamento pedagógico muito forte lá”, relatou Andreia.

Terezinha de Carvalho Sobral e Élia Santos Dantas também foram empossadas para atuar como diretoras da Escola Estadual Olímpia Bittencourt, no bairro Santos Dumont; e no Colégio Estadual Ministro Petrônio Portela, no bairro Farolândia; respectivamente. Para Terezinha, a sensação é de felicidade em ser legitimada para assumir a direção da unidade escolar Olímpia Bittencourt. “Percebo o grande desafio que tenho porque nós ainda estamos nessa pandemia com muitas dificuldades a serem enfrentadas. Porém, com muita esperança de um retorno seguro, para o qual estamos nos preparando, temos o propósito de minimizar as dificuldades e os danos”, disse Terezinha.

Já a nova diretora do Colégio Estadual Ministro Petrônio Portela, Élia Santos Dantas, o sentimento é de que o processo seletivo valida a conduta que gestores escolares devem obter para liderar as unidades de ensino. “O colégio precisa de um olhar mais aberto e de uma visão de futuro para realizar transformações, além de trazer toda a equipe para esse lado. O processo seletivo é importante porque somente quem estiver disposto a transformar,  inscreve-se para assumir essa função”.

Fonte e foto assessoria

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Estudantes de Arquitetura desenvolvem manual com base na NBR 15575 para habitações em Sergipe
Polícia Civil divulga imagens de furto em uma loja de roupas na cidade de Itabaiana. Veja o vídeo
Nova Lei contra violência auxiliará a Procuradoria da Mulher na Câmara de Pacatuba
Políticos de volta ao batente