Aracaju, 4 de agosto de 2021

Ações do Banese impulsionam a economia no interior sergipano

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Através da oferta de linhas de crédito e antecipações de salários atrasados dos funcionários públicos, banco aquece a economia de diversos municípios

De fevereiro a junho deste ano o Banese injetou cerca de R$ 6 milhões na economia de sete municípios sergipanos, por meio de aberturas de contas e ações de crédito como empréstimos consignados, antecipação de salários atrasados dos servidores públicos municipais, liberação de limite emergencial e portabilidade de crédito e de salários.

A iniciativa também resultou na abertura de mais de 700 contas no banco e, a partir de agora, os novos correntistas poderão usufruir dos produtos ofertados pela instituição. Essas ações foram possíveis graças à parceria firmada entre o Banese e as gestões municipais, que reconheceram no Banco do Estado um aliado para o fomento das economias locais.

Um dos municípios que contou com o apoio do banco foi Graccho Cardoso. O prefeito José Arakém Aragão iniciou a gestão com as folhas salariais de dezembro de 2020 e do 13º não pagas. Após aprovação de Projeto de Lei na Câmara de Vereadores, que permitiu ao Executivo Municipal parcelar os salários atrasados dos servidores, o Banese ficou autorizado a ofertar linha de crédito especial para que o funcionário público possa antecipar o total dos valores devidos pela prefeitura, caso queira.

“Esta foi uma alternativa viável para o município. Não queríamos enviar a dívida para precatório”, frisou José Arakém. O banco realizou, ainda, um mutirão especial de atendimento na cidade, que aconteceu no dia 23 de junho. Os  servidores que não contrataram o serviço na ocasião podem solicitar o crédito em uma agência do Banese.

As soluções financeiras ofertadas pelo Banese aos municípios sergipanos estão adequadas às necessidades de cada local. Para tanto, é realizado de forma antecipada um diagnóstico das situações. Entre as ações resultantes desse mapeamento está a oferta de crédito para adiantamento dos salários atrasados também aos servidores públicos dos municípios de Santo Amaro da Brotas, Pedrinhas, Carira e Carmópolis.

Apoio para crescer

Em Muribeca, o prefeito Mário César da Silva Conserva e o Banese firmaram parceria para apresentar à população o portfólio de produtos visando incrementar a economia local. “Agradeço ao Banese pela cooperação. Queremos a mesma coisa, que é o desenvolvimento do nosso município e, consequentemente, de Sergipe. Com a ação realizada ao longo de três dias pudemos mostrar, tanto à comunidade quanto aos servidores públicos, as potencialidades das ferramentas bancárias e como elas podem nos ajudar a crescer”, declarou.

A migração da folha salarial para o Banese e a oferta de crédito consignado foram ações também pactuadas junto às prefeituras de Graccho Cardoso e Divina Pastora. A mudança agradou a prefeita Clara Rollemberg, já que os divinenses passaram a receber os proventos na cidade e não mais em Riachuelo. A mudança ofereceu não só comodidade aos servidores, mas fez com que o dinheiro passasse a circular na economia local.

“O Banese agora é parceiro da minha gestão e tenho a convicção de que será algo frutífero. As ações que desenvolvo visam, também, fomentar e fortalecer o comércio local. Ter os servidores de Divina recebendo na própria cidade ajudará muito”, destacou a prefeita.

Em virtude da migração da folha salarial de Divina Pastora, contas bancárias foram abertas, dando aos correntistas a possibilidade de acesso a diversos produtos do Banese, como linhas de crédito, planos de consórcios ou seguros. Novos clientes também foram conquistados nos municípios de São Domingos e Nossa Senhora de Lourdes.

Novas Parcerias

A Superintendente de Varejo do Banese, Maraiza Sá, destaca que o banco tem ampliado as ações e parcerias com os municípios sergipanos para apoiar o desenvolvimento econômico e social de todas as regiões do Estado. “Ofertar crédito a quem precisa e levar desburocratização aos municípios, é apoiar nossos clientes a realizarem os objetivos e sonhos, além de significar mais recursos em circulação nessas cidades, o que gera emprego e renda”, salientou a superintendente.

Ela explica, ainda, que os gestores municipais que quiserem desenvolver projetos e ações como as citadas podem entrar em contato com a agência Banese da cidade que gerenciam, ou com a Área de Governo do Banese. “As ações são organizadas rapidamente e realizadas em local adequado para atender aos servidores com conforto, e seguindo todos os protocolos sanitários necessários para esse momento. As linhas de crédito são direcionadas às necessidades de cada cliente”, evidenciou Maraiza Sá.

Ascom/Grupo Banese

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Sem título
MPSE recomenda que Japaratuba e Pirambu incluam ações e conteúdos sobre direitos humanos e prevenção à violência
Alterado  funcionamento das UBSs de síndrome gripal no final de semana
Universidade Federal lança concurso com 13 vagas para professor efetivo