Aracaju, 24 de setembro de 2021

Redes Públicas de Ensino se preparam para Avaliação de Fluência

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

A Avaliação de Fluência, instrumental que visa a colaborar para a alfabetização dos estudantes e para a formação de leitores fluentes será realizada no período de 30 de agosto a 10 de setembro, de maneira presencial e seguindo todos os protocolos de segurança sanitária e higiene. Os gestores escolares devem realizar a validação dos dados administrativos (informações da escola e dos alunos do 2º ano do ensino fundamental) até 30 de julho, por meio do link: https://parc.caeddigital.net/#!/pagina-inicial.

A aplicação em Sergipe será realizada para estudantes do 2º ano do ensino fundamental atendidos pelo Programa Alfabetizar pra Valer (PAPV) da Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura. (Seduc) A ação é promovida em uma parceria entre os sistemas de ensino, por meio dos seus programas de alfabetização, a Associação Bem Comum e instituições parceiras e faz parte do Programa de Cooperação em Regime de Colaboração com os Municípios (PARC), do qual participam 10 Estados, inclusive Sergipe.

A diretora da Coordenadoria de Estudos e Avaliação Educacional (Ceave/ Seduc), professora Joniely Cruz, chama a atenção para o prazo de os gestores escolares realizarem a validação dos dados administrativos a ser feita até 30 de julho. “O objetivo da Avaliação de Fluência é aferir o desempenho dos estudantes do 2º ano do ensino fundamental no processo de aprendizagem do código alfabético da Língua Portuguesa, aspecto sumamente importante para a alfabetização e desenvolvimento da compreensão de textos escritos. Os resultados permitirão identificar o nível de fluência em que cada estudante se encontra, de modo que sejam desenvolvidas ações que consolidem o seu processo de alfabetização. Vamos juntos somar esforços para garantir o direito de aprender de todos os estudantes”, disse Joniely Cruz.

Ela explica ainda que, neste ano, um dos diferenciais é o Curso de Desenvolvimento Profissional, que está sendo ofertado para os professores dos 1º e 2º anos do ensino fundamental. “Mesmo que a avaliação ocorra para os alunos do 2º ano, os professores do 1º ano, que compõem esse bloco de alfabetização, precisam conhecer a importância da fluência no desenvolvimento da consciência leitora dos estudantes”, afirmou.

Por meio da plataforma PARC, gestores e professores contam com diferentes possibilidades de conhecerem os resultados da avaliação, podendo transformá-los em estratégias e ações pedagógicas.

Formações

A diretora da Coordenadoria de Estudos e Avaliação Educacional, Joniely Cruz, destaca ainda que durante o mês de agosto ocorrerá a formação para as equipes escolares de aplicação da Avaliação de Fluência a fim de garantir a padronização e organização do processo nas escolas.

No período de 12 a 23 de julho, o Serviço de Gestão do Sistema de Avaliação Educacional (SEGSAE/ CEAVE), em parceria com as diretorias regionais de educação, realizou formações sobre a Avaliação de Fluência com as equipes gestoras da Rede Estadual e com as equipes das secretarias municipais de educação circunscritas às respectivas diretorias.

Assessoria de Comunicação da SEDUC

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Hospital Cirurgia realiza ação de incentivo à doação de órgãos
Prefeitura de Aracaju pagará salários dos servidores nesta segunda-feira, 27
Oficiais e praças do CBMSE recebem medalhas do centenário da corporação
PL de Talysson institui obrigatoriedade de atendimento em pavimento térreo a idosos