Aracaju, 21 de setembro de 2021

Acordão não garante vitória

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Por Adiberto de Souza *

Já tem muita gente apostando que um possível acordão político coordenado pelo governador Belivaldo Chagas (PSD) será vitorioso nas eleições de 2022. Lego engano! Entre a campanha eleitoral e a diplomação dos eleitos muita água passa por debaixo da ponte. Nem sempre uma chapa branca apoiada pelas principais lideranças do estado resulta na vitória dos candidatos majoritários. Caso o eleitorado não engula a armação política, a vaca vai para o brejo e ponto final. Tem se ouvido muitos elogios aos organizadores do evento de Japaratuba, prestigiado por quase 30 prefeitos das mais variadas tendências. Ora, se número de prefeito ganhasse eleição, em 2018 o ex-deputado federal André Moura (PSC) teria sido eleito senador com os pés nas costas. Naquela campanha, ele reuniu num hotel de Aracaju 60 prefeitos e umas três vezes mais que isso entre ex-prefeitos, vereadores e lideranças avulsas. Pois bem: quando as urnas foram abertas o fidalgo estava derrotadinho da Silva Xavier. Conclui-se que máquina estatal não é garantia de sucesso eleitoral, nem acordão político é sinônimo de vitória. Isso significa dizer que quem apostar uns trocadinhos agora corre o risco de ficar endividado. Portanto, muita calma nessa hora. Misericórdia!

Vão às urnas

Os 11 vereadores de Canindé do São Francisco vão às urnas, nesta terça-feira, para eleger o novo presidente da Câmara Municipal. O eleito substituirá o petista Adilson Galindo, o “Cachorrão” (PT), morto num acidente de trânsito, ocorrido no último dia 22. O suplente André Agente de Saúde (PT), que teve 448 votos, já foi empossado na vaga aberta com a morte prematura de Adilson Galindo. Que os vereadores elejam o melhor para presidir o Legislativo canindeense!

Festa alheia

Sem muito para apresentar nestes mais de dois anos e meio de governo, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e seus auxiliares vivem pegando carona nas festas dos outros. Isso ocorreu ontem, quando o ministro das Minas e Energia, Bento Albuquerque, deu com os costados Sergipe para prestigiar a inauguração da fábrica da Unigel Agro Sergipe, antiga Fafen de Laranjeiras. De quebra, o distinto ainda recebeu um título de cidadão sergipano, concedido pelo deputado estadual Zezinho Sobral (Pode). Marminino!

Processo diferente

A assessoria do presidente do MDB sergipano, Sérgio Reis, esclarece que ele não se tornou inelegível por ter sido acusado de uso irregular de verbas federais quando era secretário estadual da Agricultura. “A Justiça o inocentou em todas acusações referentes ao período em que esteve à frente na pasta”, informa a assessoria do emedebista. O que impediu Sérgio Reis de disputar a Prefeitura de Lagarto, no ano passado, foi um processo movido contra ele na Justiça estadual. Ah, bom!

Magrelas esquecidas

Com mais de 50 quilômetros de ciclovias, Aracaju poderia ser um exemplo para o Brasil. Não é porque, além das obras físicas, não implantou uma política de proteção aos milhares de ciclistas, que arriscam as vidas ao pedalarem no meio de um trânsito violento. É uma pena que um transporte muito mais sustentável, eficiente, limpo e não violento seja pouco valorizado em nossa capital. Crendeuspai!

Mãos à obra

Após o recesso parlamentar, senadores, deputados e vereadores retornam hoje ao batente. Na Assembleia, as sessões permanecerão presencial e remota, porém os deputados devem definir pelo retorno das atividades unicamente presenciais, mas ainda sem público nas galerias por causa da covid-19. Na Câmara de Aracaju as sessões continuarão virtuais, até porque ainda não foi concluída a reforma física da sede do legislativo. Então, tá!

Dúvida atroz

E a nova manda chuva do Podemos em Sergipe, delegada Danielle Garcia, ainda não sabe qual cargo disputará nas eleições de 2022.  “Pode ser qualquer um deles, mas essa construção será feita ouvindo o povo e o grupo”, disse a distinta ao blog Primeira Mão. Ex-cidadanista, Danielle tomou o Podemos do deputado estadual Zezinho Sobral para, segundo afirma, construir uma via de oposição no estado. Aff Maria!

TJ em festa

O Tribunal de Justiça de Sergipe realizou uma sessão solene para empossar a nova desembargadora Maria Angélica França e Souza. Ela assumiu a vaga aberta com a aposentadoria do magistrado Alberto Romeu Gouveia Leite. O presidente do Judiciário, desembargador Edson Ulisses de Melo, disse que a doutora Maria Angélica “é uma profissional que honra a magistratura por sua história, conduta e conhecimento técnico”. Emocionada, a nova desembargadora afirmou “ser uma coroação da minha carreira, encerrar essa trajetória aqui na Corte Superior”. Desejamos sucesso à magistrada nessa nova empreitada!

Tchau e bença

Dependesse da vontade do deputado federal Laércio Oliveira (PP), o PT já estava cantando em outra freguesia há muito tempo. Ele só faltou dizer que se for por falta de adeus, tchau. Cruzes! Pré-candidato ao governo de Sergipe, Laércio nem considera mais os petistas como integrantes da gestão estadual. Segundo o parlamentar, o partido da estrelinha quebrou a unidade do grupo governista ao lançar, no ano passado, candidato a prefeito de Aracaju contra a vontade dos demais partidos chapa branca. Tendo a petista Eliane Aquino ocupando a vice-governadoria, os vermelhinhos não concordam nadica de nada com Laércio Oliveira. Home vôte!

Vacina não é cerveja

De um bebinho consciente na fila de imunização contra a covid-19: “Vacina não é cerveja para o sujeito escolher qual a melhor pela marca”. Danôsse!

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano Gazeta Socialista, em 12 de julho de 1952.

* É editor do Portal Destaquenotícias

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

MPF/SE abre recrutamento para ocupar função de confiança
Polícia Civil prende homem investigado por fraude ao DPVAT com prejuízo de mais de R$ 81 mil
Manuel Marcos destaca importância do Plano Diretor de Aracaju
HNSC promove palestra sobre Setembro Amarelo a servidores e pacientes