Aracaju, 21 de setembro de 2021

Após reforma, prefeitura reinaugura marco zero de Itabaianinha

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

 

Na tarde desta segunda-feira, 2, o prefeito do município de Itabaininha, Danilo de Joaldo, reinaugurou o local conhecido como praça do Tamarindo – o marco zero da cidade, onde teve início o processo de formação da história itabaianinhense.

“Hoje o meu coração é só alegria! Não apenas o meu, mas o de muitos itabaianinhenses que estão tendo a honra de prestigiar o resultado do nosso trabalho através da reforma do nosso marco zero, o local onde a nossa cidade teve início. Sei da importância em se preservar a história do nosso município e junto a essa história a luta de inúmeros conterrâneos com histórias de superação e luta”, disse o prefeito durante o descerramento da placa.

Segundo historiadores do município de Itabaianinha,  tudo começou com a chegada dos primeiros tropeiros e retirantes, que descansavam à sombra de um pé de tamarindo enquanto planejavam o crescimento pessoal e, por conseguinte, o surgimento e expansão da cidade. Atualmente, o local está bem cuidado e abriga uma praça que é bastante apreciada pelos moradores e por quem visita o município.

A reforma do local foi possível graças a uma emenda do deputado federal Fábio Reis, que prestigiou a solenidade de reinauguração. “Aproveito para agradecer ao deputado Fábio Reis pela emenda que nos possibilitou essa reforma. Nosso muito obrigado”, finalizou Danilo de Joaldo.

A solenidade também contou com a participação do vice-prefeito Eraldo do Frigorífico, além de vereadores. O evento foi transmitido através das redes sociais.

Fonte e foto assessoria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Manuel Marcos destaca importância do Plano Diretor de Aracaju
HNSC promove palestra sobre Setembro Amarelo a servidores e pacientes
Servidores públicos reconhecem a atuação de Fábio Henrique contra a Reforma Administrativa
Sergipe: Sindicatos pedem que deputados digam não à reforma Administrativa