Aracaju, 17 de setembro de 2021

Deputado Talysson cobra ponto de ônibus coberto em N. Srª Aparecida

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Foi aprovada na sessão desta quinta-feira, 5, na Assembleia Legislativa de Sergipe, a Indicação nº 371/2021 do deputado Talysson de Valmir (PL), solicitando ao Governo do Estado, a viabilização da instalação de um ponto coberto de embarque e desembarque de pessoas no trevo de acesso ao povoado Cruz das Graças, município de Nossa Senhora Aparecida.

No documento, a parlamentar destaca a necessidade do ponto de ônibus coberto no cruzamento entre a rodovia Romeiro (SE-175) e a rodovia Manoel Perciliano dos Santos  (SE-240) e solicita também a instalação de iluminação na localidade.

A Indicação ressalta que o povoado Cruz das Graças possui grande importância para a região Agreste de Sergipe, mas o trevo de acesso não possui um ponte de embarque e desembarque coberto para proteger os passageiros da chuva e do sol.  E enfatiza que os custos para a execução dos serviços visando beneficiar a população de Nossa Senhora Aparecida, serão baixos.

Recapeamento

Talysson de Valmir também teve aprovada a Indicação nº 406/2021, solicitando ao Governo do Estado, a execução de obras de recuperação e recapeamento asfáltico na Rodovia SE-160, no trecho que vai do povoado Colônia 13, em Lagarto, até a cidade de Boquim.

A justificativa é de que as pessoas que trafegam pelo local. seja por motivos pessoais ou comerciais, estão encontrando muitas dificuldades devido às péssimas condições, a exemplo da grande quantidade de buracos na pista e problemas no acostamento.

Foto: Divulgação Governo de Sergipe

Por Aldaci de Souza

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Ribeirópolis alcança marca histórica de 300 dias sem registro de homicídios
“Orientação e perfil são garantias de sucesso no mercado”, diz consultor
Socorro realizará drive-thru da Semana Nacional de Trânsito
Estado de Sergipe registra crescimento de 17,6% no setor de serviços