Aracaju, 17 de setembro de 2021

Aracaju registra 732 novos casos de tuberculose nos últimos três anos e meio

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

De 2018 a 2021, a capital sergipana registrou 732 novos casos de tuberculose. Apesar de a Prefeitura de Aracaju disponibilizar tratamento completo para a doença, tanto nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) quanto no Centro de Especialidades Médicas de Aracaju (Cemar), um dos fatores que mais dificultam o processo de cura é o abandono do tratamento pelo próprio paciente.

De acordo com o último boletim epidemiológico sobre a doença, emitido pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs) de Aracaju, dos 732 casos, 235 ocorreram em 2018; 230 em 2019; 227 em 2020 e 40 no primeiro quadrimestre deste ano. Já as taxas de abandono separadas por ano foram 19,6%; 17,8%; 9,5% e 0% respectivamente.

É importante destacar que o registro zero no número de abandonos em 2021 é decorrente da data de fechamento do último boletim, que contabilizou apenas os quatro primeiros meses do ano, sendo que o tratamento completo dura, no mínimo, seis meses.

Os bairros onde os casos mais se concentraram foram “Santa Maria e Santos Dumont, os quais apresentam aumento nos anos de 2018 e 2019 com percentual de 38% e 25%, respectivamente, e evidencia uma diminuição de 19% e 25%, respectivamente, quando se comparam os anos de 2019 e 2020”, revela o estudo.

Outro índice de destaque no relatório foi a infecção por faixa etária, cujos dados globais mostram que a tuberculose ainda hoje é a causa mais importante de morbidade e mortalidade entre as doenças infecciosas no mundo.

“É responsável por um quarto das mortes evitáveis em países em desenvolvimento, com ênfase para adultos de modo geral e homens na faixa etária de 45 a 59 anos de idade. A faixa etária constitui-se em outro fator de impacto na mortalidade por tuberculose”, registra o boletim.

Já em Aracaju, ao contrário dos números globais, a faixa etária com mais registros é a de 20 a 29 anos, com 214 casos registrados desde 2018, contra 159 pacientes entre 40 e 49 anos e 93 entre 50 e 59 anos.

Tratamentos

Os sintomas causados pela tuberculose se assemelham aos do coronavírus, mas há algumas diferenças. A pessoa com tuberculose pode apresentar febre vespertina, emagrecimento, fadiga e tosse recorrente. O ideal é que a pessoa procure uma UBS para ser avaliada e testada pela equipe de profissionais da saúde.

A infecção mais comum é a tuberculose pulmonar. Nesses casos, o usuário será encaminhado para o tratamento, que consiste no acompanhamento médico, exames periódicos e uso de medicação oferecida pelo município na UBS de referência. O tratamento completo tem uma duração mínima de seis meses e, sob nenhuma hipótese, a pessoa infectada deve abandoná-lo antes do término, mesmo com a ausência dos sintomas.

O outro tipo é a tuberculose extrapulmonar, que é mais raro e acomete pessoas com baixa imunidade. Nesses casos, o tratamento pelo município é realizado no Cemar Siqueira Campos. Nesse tratamento, um pneumologista fará o acompanhamento e receitará uma medicação diferente, a depender do órgão afetado. Além disso, outra característica desse outro tipo é a duração, que pode se estender por mais de seis meses. Entretanto, a mesma orientação continua: não parar de tomar a medicação antes da alta médica sob nenhuma hipótese, nem mesmo com o desaparecimento dos sintomas.

A testagem nas UBSs é realizada em um aparelho capaz não apenas de realizar o teste rápido de detecção da doença, mas de descobrir, mesmo no início dos sintomas, a resistência do paciente à medicação. Isso possibilita que a equipe possa encaminhar o caso para o local de tratamento mais eficaz.

Foto Sérgio Silva

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Sesc lança Semana Move na orla de Atalaia em Aracaju
Semana Nacional do Trânsito é aberta em Sergipe
Incêndio atinge apartamento no Centro de Aracaju. O trabalho durou cerca de 3 horas
Aracaju: Avenida Beira Mar terá trânsito temporariamente bloqueado domingo