Aracaju, 25 de setembro de 2021

Hotéis investem em segurança sanitária para aquecer retomada do turismo

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Com o andamento da vacinação contra a covid-19, alguns setores da economia, a exemplo da rede hoteleira, já começam a esboçar um respiro aliviado. Mas apesar de grande parte da tempestade ter passado, é preciso continuar investindo no cumprimento de todos os protocolos sanitários para voltar a colher bons frutos. Dados de uma pesquisa da agência de viagens online Zarpo indicam que cerca de 90% dos viajantes brasileiros devem viajar até o final de 2021 e que um dos principais motivos é a sensação de segurança sanitária por parte dos turistas nos hotéis e resorts nacionais.

Segundo a empresária Raquel Gurgel, proprietária do Hotel Recanto da Orla, localizado na Orla de Atalaia, a expectativa é de que o turismo apresente no segundo semestre uma melhora em comparação com o ano passado. Para que isso aconteça, de maneira segura, conforme a empresária, o hotel resolveu investir ainda mais em segurança sanitária. “Não sabemos quando essa pandemia vai passar. Por enquanto, temos que tomar todos os cuidados necessários para apreender a conviver com ela. Diante disso, senti a necessidade de reforçar junto aos nossos colaboradores – através de profissionais especializados – as orientações que nos permitissem redobrar os cuidados de higienização para recepcionar nossos clientes da maneira mais segura possível”.

A proprietária do Hotel Recanto da Orla revela que, durante pandemia, o turismo regional tornou-se alternativa e pode ajudar o setor a driblar a crise e retomar a ocupação. “Muitas pessoas ainda estão receosas de viajar para outros estados e, por isso, estão buscando conhecer ainda mais as nossas belezas, sobretudo os pontos turísticos locais, como a Orla de Atalaia. Esse turismo interno tem mostrado uma certa força, principalmente em datas comemorativas e feriados”, explica.

Diante desse cenário, Raquel reforça que a questão da segurança é justamente uma das palavras-chaves para esse novo fôlego do turismo. “É importante que o cliente saiba que o local em que ele está oferece essa confiança sanitária, ainda mais no meio de uma pandemia. Aqui no hotel, além do uso da máscara pelos nossos funcionários, instalamos dispensers com álcool em gel, mantemos o distanciamento social na recepção, nos quartos e nos restaurantes, realizamos também a aferição de temperadora dos hóspedes e funcionários, além do controle na circulação dos espaços de lazer, como a piscina, para evitar aglomeração, dentre outras medidas”, resume Raquel.

Importância da segurança

O conjunto de medidas sanitárias citadas pela empresária faz parte do universo profissional de Alexandre Santos, especialista em Segurança do Trabalho. Em sua avaliação, depois da pandemia da covid-19, houve um busca muito grande por orientações técnicas para adequação aos protocolos sanitários.

“A pandemia nos mostrou a importância dos cuidados básicos para evitar a propagação de uma doença”, diz Alexandre logo de início. Ele explica que tem sido comum há alguns meses, a procura por cursos e palestras que orientem a classe empresarial a como se comportar diante do atual cenário.

“Os empresários têm consciência da responsabilidade de garantir conforto e segurança aos clientes, ainda mais durante uma pandemia”, pontua. Desse modo, Alexandre conta que o interesse por orientações técnicas garantem um ganho mútuo. “É uma relação em que todos saem ganhando. Ganha o empresário, que preserva a manutenção do negócio e a geração de empregos, e ganham também os clientes, que passam usufruir de locais com o máximo rigor em segurança, o que garante mais conforto e bem-estar”, avalia.

Foto assessoria

Por Verlane Estácio

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Polícia prende mulher que praticou roubo de motocicleta no Bugio
Enock Ribeiro, secretário Socorro, recebe Título de Cidadão Sergipano
Eliane participa reunião com articuladores do Selo UNICEF
Fábio Reis assina ordem de serviço para pavimentar povoado