Aracaju, 26 de setembro de 2021

Projeto Quabrando o Silêncio é apresentado ao deputado Luciano Bispo

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Na manhã desta terça-feira (10), o presidente da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese), deputado Luciano Bispo, recebeu em seu gabinete o pastor Hassani Nascimento e Fátima Sales, ambos da Igreja Adventista do Sétimo Dia Central de Aracaju. O objetivo da visita foi de apresentar ao Poder Legislativo o projeto educativo e preventivo ‘Quebrando o Silêncio’ e de incluí-lo no Calendário Oficial de Eventos do  Estado de Sergipe.

“A assembleia vai se somar a esse dia de divulgação. Acho justo que esse projeto da igreja Adventista se torne lei estadual aqui em Sergipe também, pois a campanha visa ajudar ao povo sergipano. É um projeto que traz melhorias para as pessoas, para a família e que permite ajudar o outro”, declarou Luciano Bispo.

A apresentação do projeto ao presidente da Casa foi feita pelo pastor da Igreja Adventista, Hassani Nascimento, que destacou que o projeto se tornou lei estadual e municipal em alguns estados do  Brasil. Durante a sua exposição, Hassani declarou que o projeto tem foco educativo e preventivo contra o abuso e a violência doméstica.

” O Quebrando o Silêncio existe desde o ano de 2002. As campanhas de conscientização ocorrem durante o ano todo, mas as principais ações acontecem sempre no último sábado de agosto. Queremos o apoio desta Casa quanto a disseminação do projeto de divulgação de práticas abusivas. O poder público nos ajuda muito com a divulgação, instituindo uma data para alertar a sociedade sobre essas práticas e até de conhecimento desse projeto”, explicou.

O deputado Luciano Bispo será o autor do Projeto de Lei que instituirá em Sergipe o ‘Dia da Campanha Quebrando do Silêncio’. O PL ainda será  apreciado pelos deputados. Caso seja aprovado pela Casa e sancionado pelo governador de Sergipe, a campanha virá a ser celebrada, anualmente, no quarto sábado do mês de agosto.

Sobre o projeto

O Quebrando o silêncio está presente em oito países da América do Sul (Argentina, Brasil, Bolívia, Chile, Equador, Paraguai, Peru e Uruguai).Elas incluem passeatas, fóruns, eventos educativos, distribuição de materiais e palestras especiais. Os objetivos do projeto são: conscientizar a população sobre os impactos da violência física, sexual e psicológica; orientar crianças, adultos e idosos sobre o assunto, em especial, sobre os direitos da vítima; promover a paz; resgatar os valores cristãos e coibir abusadores.

Além do pastor Hassani e de Fátima Sales, que compõe o ministério da Mulher na igreja Adventista Central, o deputado estadual Garibalde Mendonça também participou da apresentação do projeto.

Por Stephanie Macêdo

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Sergipe recebeu neste sábado 10.250 doses de vacina contra covid-19, da AstraZeneca
Polícia prende mulher que praticou roubo de motocicleta no Bugio
Enock Ribeiro, secretário Socorro, recebe Título de Cidadão Sergipano
Eliane participa reunião com articuladores do Selo UNICEF