Aracaju, 17 de setembro de 2021

Belivaldo entrega equipamentos para agricultura familiar do Alto Sertão e Sul

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Objetivo é levar melhorias que atendam desde o pequeno produtor até o agronegócio, gerando emprego, subsistência e renda para o homem e para a mulher do campo

O governador Belivaldo Chagas entregou, nesta quarta-feira (11), implementos agrícolas e equipamentos destinados a agricultores familiares assentados da Reforma Agrária e de comunidades tradicionais de municípios dos territórios do Alto Sertão e Sul sergipanos. Ao todo, foram investidos R$ 125.050,93 para proporcionar estrutura e equipamentos adequados para aumentar a produtividade e a comercialização dos alimentos do campo.

“É mais um dia de alegria e satisfação. O que estamos fazendo aqui, hoje, é dar continuidade a um processo que já vem sendo executado pela Secretaria de Agricultura, que visa atender desde o pequeno ao médio até o grande produtor. Enfim, nós cuidamos da agricultura familiar, mas também temos preocupação com o agronegócio, com a geração de empregos e renda no campo. E, para a garantia do alimento na mesa dos sergipanos, claro que gente não pode deixar de apoiar, principalmente, o pequeno, aquele que está na agricultura familiar, e é isso que estamos fazendo aqui”, ressaltou Belivaldo Chagas.

Para o Alto Sertão sergipano, foram entregues 19 trituradores forrageiros em aço, com capacidade de aproximadamente 700 kg/h de produção, potência mínima de 2cv, motor elétrico, tensão 110 volts, da marca Trapp TRF 80 2CV. O valor investido foi de R$ 29.754,00, beneficiando os municípios de Poço Redondo (03 unidades); Porto da Folha (03 unidades); Nossa Senhora da Glória (03); Monte Alegre de Sergipe (03); Gararu (03); Nossa Senhora de Lourdes (02) e Canindé do São Francisco (02). A aquisição dos equipamentos foi realizada pela Secretaria de Estado da Agricultura, Desenvolvimento Agrário e da Pesca (Seagri), por meio do Convênio 893.834/2019, que tem o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) como concedente.

“O governo do Estado viu a dificuldade dos produtores e a necessidade de beneficiá-los com esses equipamentos. O trabalho era feito manualmente e isso leva tempo, leva a um desgaste. Hoje, com certeza, esse equipamento sofisticado, de última geração, irá atender a necessidade deles”, destacou o representante da Cooperativa dos Produtores Rurais do Estado de Sergipe, Cícero José de Carvalho.

Durante a solenidade, a prefeita de Gararu, Zete de Janjão, representando todos os outros prefeitos dos municípios beneficiados, agradeceu ao governo do Estado pela iniciativa. “Quero dizer ao governador e aos demais que estão aqui, que é um prazer muito grande receber essa forrageira para que aumente, realmente, o trabalho da população de Gararu. Além da forrageira, nós temos outros trabalhos, como o PAA Leite, que está chegando agora, para que a agricultura familiar venha avançar e dê bons frutos”, afirmou.

André Bomfim, secretário da Seagri, também reforçou que a entrega dos implementos agrícolas representa o fortalecimento da agricultura familiar no estado, principalmente, na região do Alto Sertão sergipano. “Esses equipamento fortalecerão as ações nos sete municípios do Alto Sertão, principalmente, relacionados à bacia leiteira. Ao mesmo tempo também representa, cada vez mais, a amplitude do diálogo que a Secretaria da Agricultura vem tendo tanto com o pequeno, médio, quanto com o grande produtor. Então, hoje, é um dia bastante festivo e a gente já pode deixar aqui, de antemão, uma excelente notícia da chegada ao nosso estado, de mais 12 tratores agrícolas para beneficiar a agricultura de Sergipe”, anunciou.

O município de Poço Redondo recebeu, também, equipamentos agrícolas para a Associação São João Batista, localizada no Assentamento Barra da Onça. Foram entregues uma plantadeira, com 6 linhas de 70 cm, e uma ensiladeira/colhedora de forragem, em um investimento de R$ 55.980,53. Os equipamentos são oriundos do convênio de Transferências Especiais I, de indicação do deputado federal João Daniel, tendo a União como concedente.

O Assentamento Barra da Onça (Antiga Fazenda Barra da Onça) é formado por 211 famílias de pequenos trabalhadores rurais e cada família possui aproximadamente 33 hectares, em um total de 6.261 hectares. Além de trabalhar direta ou indiretamente com a produção de leite, os agricultores familiares plantam milho, feijão e abóbora. A localidade é considerada oficialmente o primeiro Projeto de Assentamento – PA da reforma agrária no estado. Criado em 1986, o local é hoje exemplo de que os assentamentos da reforma agrária pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) podem produzir com qualidade e gerar renda para quem trabalha no campo.

“O Barra da Onça é uma área reformada, onde a gente, do Ministério da Agricultura,  considera todos como agricultores. De pequeno porte, médio porte, uma área reformada necessita ter o mesmo cuidado dos governos federais e estaduais, no que tange a questão produtiva, sem desmerecer nenhum segmento. Então para eles, é importante entregar esses equipamentos que vão ser para produção da bovinocultura de leite, já que o pequeno produtor tem mais dificuldade de acesso às tecnologias e mais dificuldade de acesso a maquinários, essa entrega facilita o sistema produtivo deles”, afirmou o superintendente federal da Agricultura, Pecuária e Abastecimento em Sergipe, Haroldo Araújo Filho.

Sul sergipano

Já no Sul sergipano, os agricultores familiares residentes do Assentamento Caio Prado, em Estância, receberam um data show; uma tela de projeção; uma geladeira duplex; um freezer horizontal com 2 tampas; uma cafeteira elétrica; um bebedouro de coluna elétrico; três aparelhos de ar-condicionado split 30.000 BTUs; um computador; uma Bureaux (mesa de escritório), com 1,20cm e com 2 gavetas; 50 cadeiras plásticas, com braço, na cor branca; um armário em aço, com 1,90cm de altura, na cor cinza. Foram investidos R$ 39.316,40 para o Centro Social de Reforma Agrária José Alberto dos Santos. Estes equipamentos são fruto do convênio: 833.212/2016 I, de indicação do deputado federal João Daniel, tendo como concedente o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

O Centro Social de Reforma Agrária, localizado no Assentamento Caio Prado, a 8 km da sede do município de Estância, foi entregue pelo Governo de Sergipe em fevereiro do ano passado (2020) e homenageia o ex-dirigente do MST [Movimento Sem Terra], José Alberto, conhecido como “Careca”. O Centro de Reforma Agrária tem 160m² de área construída, dispondo de auditório, recepção, sala administrativa e sanitários. A obra foi viabilizada pela Seagri, com execução direta da Companhia Estadual de Habitação e Obras Públicas de Sergipe (Cehop), a partir de um investimento de R$ 216.089,77.

Estiveram presentes no ato, representantes dos municípios e associações beneficiadas, como os prefeitos Zete de Janjão (Gararu), Nena de Luciano (Monte Alegre) e Weldo Mariano (Canindé do S.Francisco); Cícero José, representando o assentamento Barra da Onça, e João Batista, do Caio Prado; o superintendente federal da Agricultura, Pecuária e Abastecimento em Sergipe, Haroldo Araújo Filho; Roberto Lucas, superintendente substituto do Incra em Sergipe; os secretários estaduais André Luiz Bomfim (Seagri) e Ubirajara Barreto (Sedurbs); Paulo Henrique Sobral, diretor-presidente da Cohidro, dentre outras autoridades.

Mais ações

Com os investimentos desta quarta-feira, o governo do Estado já investiu, só em 2021, R$ 1.437.013,43 em equipamentos agrícolas para o fortalecimento da agricultura familiar em Sergipe. Em março, Belivaldo entregou cinco novos tratores e 10 implementos agrícolas aos municípios de Cristinápolis e Santa Rosa de Lima; à Cooperativa de Produtores Rurais do Estado de Sergipe (Coopese); e à Cooperativa Nordestina de Industrialização de Produtos Agropecuários Ltda. O intuito do investimento, no valor de R$ 444.262,50, é desenvolver e potencializar a consolidação dos sistemas produtivos da agricultura familiar, possibilitando o aumento da geração de renda no campo e o desenvolvimento rural sustentável em Sergipe.

Já em maio, o governo realizou a entrega de 11 veículos para prefeituras e cooperativas, com o objetivo de favorecer a produção agrícola e pecuária familiar em Sergipe, a partir do apoio ao escoamento da produção e do acompanhamento da assistência técnica/social em Sergipe. O investimento foi de R$ 568.700,00 e receberam os veículos, as prefeituras de Pedra Mole, Feira Nova, Divina Pastora, Santa Rosa de Lima, Tobias Barreto; o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Sucos, Amidos, Cervejas, Refrigerantes e Afins do Estado de Sergipe (Sindisa), de Estância; a Federação dos Trabalhadores Rurais, Agricultores e agricultoras familiares do Estado de Sergipe (Fetase), o Sindicato dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares de Itabi; a Associação de Camponesas e Camponeses do Estado de Sergipe (Accese), de Itabaianinha; a Cooperativa Nordestina de Industrialização de Produtos Agropecuários LTDA (Coopernordestina), de Poço Redondo, e o Instituto Federal de Sergipe (IFS), de Aracaju.

No mesmo mês, também para fortalecer a atividade agropecuária familiar por meio do apoio da assistência técnica e social do Estado, foram entregues 20 motocicletas a prefeituras e cooperativas sergipanas, em um investimento de R$ 299.000,00. Dois veículos foram destinados à Cohidro; dois à Seagri; sete para as prefeituras de Carira, Canindé de São Francisco, Cristinápolis, Feira Nova, Indiaroba, Salgado e Santa Luzia do Itanhi; quatro para cooperativas de produtores rurais; quatro para sindicatos de trabalhadores rurais e um para uma Associação Agro Industrial.

Foto: Arthuro Paganini

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

UNINASSAU Aracaju mantém ações pelo Setembro Amarelo
Edição especial do Praia limpa será realizada neste sábado
Prefeitura de Aracaju inicia recuperação da avenida Santos Dumont
CUT denuncia à Adema e Ministério Público Federal fábricas de suco no município de Estância que contaminam meio ambiente