Aracaju, 19 de setembro de 2021

Prefeitura inicia modernização da iluminação de Aracaju

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Aracaju começou a vivenciar, na noite desta terça-feira, 10, a transformação do seu parque de iluminação pública com a tecnologia de LED. O ato inicial da Parceria Público-Privada, que garantirá a modernização, ocorreu na avenida Poço do Mero, no bairro Bugio, zona Norte, com a presença do prefeito Edvaldo Nogueira, que fez o acendimento da primeira lâmpada. A partir de agora, o consórcio Conecta Aracaju terá 18 meses para substituir as mais de 59 mil luminárias da cidade, concluindo a segunda etapa do contrato viabilizado a partir da PPP. O Bugio será o primeiro bairro a receber a nova iluminação, que será, paulatinamente estendida a outras localidades da zona Norte.

“Este é um projeto muito importante porque vamos trocar todos os 59 mil pontos de luz da cidade. É um investimento de mais de R$ 80 milhões e que, sozinha, a Prefeitura não teria condições de realizar. Então buscamos a Parceria Público-Privada e, através do consórcio, substituiremos todas as lâmpadas. Uma mudança que trará mais segurança, mais qualidade de vida aos aracajuanos, e que nos permitirá avançar no turismo, já que 16 pontos turísticos receberão iluminação especial, atraindo visitantes. Começamos hoje no Bugio e, a partir daqui, seguiremos para outras localidades. Com isso, nos tornaremos a primeira capital com 100% da iluminação em LED, o que me deixa muito feliz por ser um marco em Aracaju”, destacou Edvaldo.

Pelo cronograma estabelecido, os bairros da zona Norte serão os primeiros a passar pela mudança no sistema de iluminação pública. No Bugio, toda a substituição será finalizada em 30 dias. Já, a partir de janeiro de 2022, a troca das lâmpadas seguirá pelos bairros 17 de Março, Santa Maria e Zona de Expansão. A terceira linha de trabalho incluirá a substituição das luminárias do Centro, demais bairros e principais avenidas. Também será implantada a iluminação especial em 16 pontos turísticos da cidade. O primeiro local será a Igreja do Santo Antônio.

Além disso, nesta etapa, haverá o início dos serviços de extensão de rede, implantação do sistema de telegestão e continuidade dos serviços de operação e manutenção do parque de iluminação pública da capital.

Para que a concessionária avançasse para a fase de substituição das luminárias, outros processos foram cumpridos. Entre eles estão o recadastramento geográfico de postes, braços e vias do município, a atuação do Verificador Independente (VI), o estudo luminotécnico, a elaboração do projeto e a implantação do Centro de Controle Operacional (CCO).

“Aracaju foi muito eficiente em todo o processo. Fomos selecionados  em 2018, junto com outras 20 cidades, e nos tornamos a primeira a concluir todos os passos, recebendo, inclusive, elogios da equipe da Caixa Econômica Federal pela agilidade e organização. Assinamos o contrato em fevereiro, conseguimos antecipar o cadastramento, que estava previsto para finalizar em setembro, e fomos queimando etapas, o que nos permitirá, possivelmente, finalizar toda a modernização em um prazo menor do que o estipulado”, afirmou o presidente da Empresa Municipal de Obras e Urbanização (Emurb), Sérgio Ferrari.

Quando todo o parque estiver modernizado, a expectativa é de que haja uma economia aproximada de 50% para a Prefeitura, uma vez que a tecnologia de LED é 80% mais econômica do que as lâmpadas à vapor e 30% do que as fluorescentes. Além do fator econômico, a nova iluminação contribuirá para a melhoria da segurança da população e com o meio ambiente. “Tenho certeza que, a partir do momento em que Aracaju estiver com a nova iluminação, melhoraremos, e muito, a segurança, além de toda a tecnologia e iluminação turística. É uma grande satisfação completar este trabalho”, completou Ferrari.

PPP

O consórcio Conecta Aracaju foi escolhido através de um leilão, na Bolsa Brasil Balcão (B3), em agosto de 2020, após apresentar o menor valor entre as propostas de empresas interessadas em celebrar a parceria com a Prefeitura. A formalização do contrato ocorreu três meses depois e a autorização para o início das atividades foi assinada em fevereiro deste ano. Ao todo, o consórcio vai gerir a rede de iluminação da capital sergipana por 13 anos. Caberá a ele, inclusive, substituir as lâmpadas que apresentarem problemas, garantindo a qualidade dos serviços prestados à população.

Foto: Ana Lícia Menezes/PMA

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Sergipe receberá mais de 64 mil vacinas contra Covid-19
Prefeitura em Ação é realizado no Povoado Mata do Peru
Jovem é presa suspeita de tráfico de drogas no bairro Olaria
VacinAju: confira a programação da repescagem e dose de reforço do fim de semana