Aracaju, 22 de setembro de 2021

Energisa Sergipe registrou 118 colisões em postes no primeiro semestre

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Houve queda no número de ocorrências em relação ao mesmo período do ano passado

A colisão de veículos em postes pode gerar vítimas fatais e a interrupção de energia elétrica em residências, escolas, comércios e hospitais, além de comprometer o trânsito. No primeiro semestre deste ano, foram registradas 118 ocorrências envolvendo colisão de veículos em postes, uma redução em relação ao mesmo período de 2020, que foram registradas 141 ocorrências.

O município de Aracaju lidera o ranking com 26 ocorrências registradas no primeiro semestre deste ano, em seguida os municípios de Lagarto com nove ocorrências e os municípios de Itabaiana e Itaporanga d’Ajuda com sete ocorrências. O gerente de Operação da Energisa Sergipe, Daniel Flor, orienta sobre os cuidados que o condutor deve ter para evitar choque elétrico.

“Sempre que possível, deve-se evitar sair do veículo nestes casos, pois pode haver risco de choque elétrico, uma vez que podem existir cabos sobre o veículo ou próximos não visualizados pela vítima. Além do Samu e do Corpo de Bombeiros, é imprescindível que a Energisa seja imediatamente acionada para realizar todos os procedimentos com segurança. Quem for prestar socorro, deve também ficar afastado do veículo e acionar a Energisa”, explica Daniel.

Fornecimento de energia

A interrupção no fornecimento de energia elétrica é outra consequência das colisões com postes.  No primeiro semestre deste ano, 75 mil clientes ficaram sem energia elétrica. No mesmo período no ano passado, 114 mil clientes tiveram o fornecimento de energia impactado.  A redução do número de clientes interrompidos é consequência da modernização e automatização da rede elétrica. A Energisa tem investido em equipamentos de transferência remota, o que minimiza o tempo das interrupções em casos de ocorrência desta natureza.

“O tempo médio para atendimento de uma ocorrência de poste abalroado é de seis horas, a depender da localidade e acesso, tipo e quantidade de estruturas e equipamentos envolvidos, por isso, mesmo que o impacto da batida não interrompa o fornecimento na hora, precisamos realizar um desligamento emergencial para efetuar o serviço. Existem casos em que o dano à rede é tão grave que é necessário trocar mais de um poste. Mesmo com nossa tecnologia para minimizar a quantidade de clientes atingidos, a região mais próxima da ocorrência vai ficar comprometida durante esse intervalo de tempo”, explica o gerente de Construção e Manutenção da Energisa Sergipe, Thyago Tanouss.

Outro fator relacionado aos acidentes com postes é a responsabilidade de quem irá arcar com os prejuízos. O custo da substituição de cada poste é em média de R$ 5.800,00, que será obrigatoriamente cobrado do infrator/condutor do veículo causador do sinistro.

Prevenção

Um sistema de proteção está sendo implantado pela Energisa para diminuir o impacto das colisões em postes. O dispositivo consiste em uma estrutura de concreto colocada na base do poste. Segundo Thyago Tanouss, o objetivo é diminuir o impacto da colisão para o condutor e diminuir os danos nos postes, e consequentemente evitar a falta do fornecimento de energia elétrica.

“Instalamos várias muretas/defensas por Aracaju e alguns municípios em locais específicos e de grande probabilidade de acidentes de trânsito. É muito importante reforçar os cuidados no trânsito, principalmente em locais de maiores fluxos, em curvas, como também em períodos de chuvas”, afirma Thyago.

Serviço

Em casos de acidentes envolvendo a rede elétrica, informe imediatamente à Energisa por meio dos canais de atendimento call center 0800 079 0196, WhatsApp (79) 8101- 0715 e ao Corpo de Bombeiros pelo 193.

Foto assessoria

Por Adriana Freitas

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Câmara Municipal de Aracaju aprova 17 proposituras nesta quarta-feira
Senar Sergipe abre inscrições para o curso de frangos e galinhas
Região Nordeste registra etanol mais caro do País nos primeiros dias do mês, aponta Ticket Log
Em nota, SSP diz que o delegado Marcelo Hercos permanece em estado grave, intubado e sedado