Aracaju, 17 de setembro de 2021

Vivências das mulheres lésbicas negras é tema de debate no CRP19

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

“Vivências das mulheres lésbicas negras: entre a solidão e os afetos” é o terceiro tema da série de minicursos do Mês da Visibilidade Lésbica, promovido pelo Conselho Regional de Psicologia-CRP19, por meio do Grupo de Trabalho de Gênero e Diversidade Sexual, da Comissão de Direito Humanos. O evento, que tem o apoio dos GT´s de Relações Interétnicas e de Saúde Mental do CRP19, acontece nesta terça-feira, 17, às 20h, em ambiente virtual. O link para inscrição já está disponível na bio do @gt_generoesexualidades. São apenas 50 vagas, com direito a certificação.

A proposta do tema considera as vivências das mulheres negras, lésbicas, em situações de racismo, lesbofóbicas, machistas entre outras. “É uma discussão necessária. Importante dar a voz que estas mulheres possuem”, pontua a Conselheira do CRP19, Camila Calaça, uma das coordenadoras do GT.

A palestrante é a advogada Luísa Helena, fundadora do Coletivo AfroAfetivo Flor Dos Palmares, doula, poetisa, pesquisadora negra, colunista da rede Tudo Que Temos, consultora de Tantra, sexualidade e amamentação.

“O minicurso será estruturado a partir da teoria e vivência da convidada, que além de vivenciar tal papel, busca estar por dentro em estudos para melhorar a qualidade de vida destas mulheres”, finaliza Calaça.

Mês da Visibilidade Lésbica

A programação do Mês da Visibilidade Lésbica começou no dia 5 de agosto com o minicurso “A violência e o sofrimento psíquico no contexto familiar das mulheres lésbicas”. No segundo debate, em 11 de agosto, a abordagem foi “Maternidade Lésbica”.  O ciclo de minicursos será encerrado no dia 23 com o tema “Representatividade lésbica na psicologia”.

Solidariedade

O Mês da Visibilidade Lésbica do CRP19 promove debates e incentiva a solidariedade. O GT de Gênero e Diversidade Sexual, juntamente com o coletivo Nós (feito por mulheres antiproibicionistas), arrecada alimentos e materiais de higiene que serão destinados a mulheres em estado de vulnerabilidade social.

Assessoria de Comunicação

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Polícia Civil prende acusado de praticar diversos roubos e furtos em Nossa Senhora das Dores
Obras de reestruturação modificam cenário da Rodovia entre a BR 101 e São Cristóvão
Ação alusiva à Semana da Árvore acontece neste sábado, no RioMar Aracaju
UNINASSAU Aracaju mantém ações pelo Setembro Amarelo