Aracaju, 22 de setembro de 2021

Edvaldo participa de visita à unidade ecológica do rio Poxim

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

O prefeito Edvaldo Nogueira participou, na manhã desta quarta-feira, 18, da visita técnica à unidade ecológica de conservação do rio Poxim, em Aracaju. A ação faz parte do processo de elaboração do Plano de Manejo da área, cujo objetivo é elaborar um diagnóstico ambiental do Parque do rio Poxim, com o levantamento de suas principais características, destacando as áreas mais sensíveis à conservação da sua biodiversidade e recursos naturais, as possibilidades de uso do território e a definição de ações que orientem a gestão do local.

A criação do Parque Poxim integra o Planejamento Estratégico da gestão e é um dos projetos desenvolvidos com recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). O secretário municipal do Meio Ambiente, Alan Lemos, e técnicos da área, acompanharam o prefeito na visita.

“Este é um projeto muito importante, pois damos um passo decisivo na construção de uma cidade mais sustentável e resiliente. Faz parte do nosso projeto com o BID. Este é um parque de 174 hectares, ou seja, de tamanho bastante significativo, que tem papel muito importante para melhorar a qualidade da nossa cidade. Iniciamos a elaboração do Plano de Manejo, para identificação da flora e da fauna e, a partir disso, desenvolveremos iniciativas que assegurem a preservação da área. O Parque Poxim, além da sua importância ambiental para a cidade, também será, no futuro, uma área para lazer da população, para o turismo ambiental. Será um exemplo para o Nordeste e o Brasil, além de demonstrar claramente o nosso compromisso de preparar a cidade para o futuro”, declarou Edvaldo.

A visita técnica da área ocorre desde o último domingo, 16, e serve para reconhecimento da área do parque, para acompanhamento das coletas de campo de ictiofauna, avifauna, herpetofauna e mastofauna, para elaboração do seu diagnóstico ambiental. Este levantamento está sendo realizado por meio da avaliação de dados primários, de dados secundários e coletas de campo, compreendendo-se as interações existentes entre os

meios abiótico, biótico e socioeconômico, bem como as fragilidades ambientais e os impactos ambientais existentes na área.

A iniciativa, da Prefeitura de Aracaju, por meio da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Sema), iniciou assim as ações do Plano de Manejo do Parque, a partir do convênio firmado com o BID. O Parque Poxim é uma unidade de conservação, cuja função principal é preservar o ecossistema de manguezal existente nessa área e evitar o intenso processo de ocupação territorial e de degradação. O parque tem 174 hectares de área, num perímetro de 10 quilômetros.

“Nós estamos fincando as bases, fazendo um planejamento da implantação do parque, que começa pelo Plano de Manejo, que é um diagnóstico ambiental das espécies da fauna e da flora. Esta avaliação permitirá elaborar um plano de zoneamento do parque e, posteriormente, o plano de gestão. Assim teremos todos os instrumentos para implantar um parque sustentável, com o seu uso adequado, desde a realização de pesquisa científica, educação ambiental, recreação, tudo isso ficará definido. É mais uma das nossas ações no sentido de tornar Aracaju uma cidade mais sustentável e melhor para se viver”, afirmou o secretário Alan Lemos.

O presidente da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb), Luiz Roberto Dantas, e o coordenador da Defesa Civil Municipal, major Silvio Prado, também participaram da visita.

Foto: Ana Lícia Menezes/PMA

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Caixa paga  auxílio emergencial a nascidos em fevereiro
Dia Mundial sem Carro: pandemia reforça uso de transporte sustentável
Autor de homicídio de adolescente de 13 anos se entrega à Polícia
DHPP prende mandante de feminicídio no bairro São José