Aracaju, 22 de setembro de 2021

Governo paga benefício do Cartão Mais Inclusão a 14 mil famílias nesta quarta-feira

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Após a sanção, pelo governador Belivaldo Chagas, da Lei que regulamenta a prorrogação do benefício emergencial do Cartão Mais Inclusão – CMais até o mês de outubro, a Secretaria de Estado da Inclusão e Assistência Social (Seias) encaminhou o pagamento de aproximadamente R$ 1,6 milhão ao Banese, para crédito do benefício, referente ao mês de agosto, a cerca de 14 mil famílias. Nesta quarta-feira (18), os valores já estão disponíveis para utilização na aquisição de gêneros alimentícios, através do CMais. Os seis mil beneficiários do CMais permanente receberam no último dia 10.

O Projeto de Lei de autoria do Executivo, regulamentando a prorrogação, foi enviado à Assembleia Legislativa na última semana, quando foi aprovado pelos deputados estaduais. Após a sanção do governador, a publicação aconteceu no Diário Oficial do Estado da última segunda-feira, dia 16, na forma da Lei nº 8.879 de 13 de agosto de 2021. De acordo com a secretária de Estado da Inclusão Social, Lucivanda Nunes, a prorrogação representa a preocupação do Governo do Estado com a segurança alimentar das famílias que tiveram sua situação de vulnerabilidade agravada pela pandemia.

“Ficamos gratificados pela agilidade da Assembleia em aprovar o PL e pela iniciativa do governador Belivaldo Chagas em autorizar e encaminhar todo o processo com tamanha agilidade. Cerca de 14 mil dos 20 mil beneficiários que o CMais atende estão na modalidade emergencial do benefício e, desde o último dia 10, aguardavam para saber se o pagamento teria continuidade. Graças ao empenho de todos, inclusive do grande parceiro que é o Banese, conseguimos aprovar e creditar o auxílio em poucos dias”, afirmou Lucivanda.

O CMais foi criado pelo Governo de Sergipe para combater a insegurança alimentar junto à população que se encontra na extrema pobreza e pobreza, e consiste no pagamento de parcelas entre R$ 100 e R$ 200 a beneficiários inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico), que não recebem nenhum outro auxílio estadual ou federal. Pago mensalmente, o benefício pode ser usado exclusivamente na compra de alimentos, em qualquer estabelecimento da rede credenciada Banese. Em vigor desde abril de 2020, o Cartão Mais Inclusão – CMais já investiu cerca de R$ 37 milhões no pagamento de aproximadamente 350 mil benefícios.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Internação de idosos por covid reforça importância do reforço
Goretti detalha visita a CG que sediará Conferência da Unale
Dois homens acusados de balear o delegado Marcelo Hercos são presos em Aracaju
Aracaju inicia imunização da população de 15 anos e vacina mais 11.065 pessoas