Aracaju, 27 de setembro de 2021

Com apoio do Governo, nova empresa sergipana retoma operação da Cerâmica em Socorro

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

A Cerâmica Capri LTDA, que assina a marca Ravello Pisos e Revestimentos, passa a reforçar o mercado de cerâmica esmaltada em Sergipe. O grupo assume, com duas linhas de produção, o parque fabril anteriormente ocupado pela Cerâmica Sergipe, no Distrito Industrial de Nossa Senhora do Socorro. A planta estava paralisada desde maio de 2018. Estima-se um investimento imediato de R$ 5 milhões em aquisição e modernização de equipamentos e recursos para a retomada, com expectativa de início até o fim de setembro e produção de 500 mil m² por mês em revestimentos esmaltados.

As novas operações deverão empregar em torno de 90 colaboradores diretos, além de 150 indiretos. Após o momento inicial, a empresa visa concluir em um prazo de 24 meses os trâmites para a finalização de nova linha de produção, aumentando em mais 1 milhão de m² mensais a estimativa de produtividade. Os diálogos e o processo de reestruturação vêm sendo acompanhados pelo Governo de Sergipe.

De acordo com o diretor-presidente da nova unidade, Hiro Hayasi, a retomada das operações deve fortalecer a relevância já conquistada pelo estado no ramo ceramista. “Sergipe tem se constituído como um produtor de revestimentos cerâmicos de destaque. É um estado que vem cada vez mais conseguindo conciliar a disponibilidade de matéria prima para a indústria cerâmica, o gás natural como fonte energética disponível e a proximidade a grandes centros consumidores”, salienta.

Hiro Hayasi enfatiza, ainda, o apoio do Governo de Sergipe ao projeto, que passou recentemente pela aprovação do Conselho de Desenvolvimento Industrial (CDI). “O Governo tem se mostrado um incentivador, concedendo a habilitação no Programa Sergipano de Desenvolvimento Industrial (PSDI) e também intermediando a obtenção do suprimento de gás. Tem sido um grande suporte”, afirma.

Para o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia, José Augusto Carvalho, a retomada representa um movimento significativo para o setor sergipano. “A reativação da Cerâmica Sergipe por meio da Capri significa mais um player atuante em nosso estado, trazendo dinamismo ao mercado e garantindo a geração de emprego e renda. É um processo que o Governo tem acompanhado com empenho, e que se lança com expectativas positivas”, pontua.

Fonte e foto assessoria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Prazo para MEI regularizar débitos com a Receita termina dia 30
Plano de Desenvolvimento Econômico será apresentado no município de Estância
Gracinha Garcez é empossada como deputada estadual na Alese nesta segunda
Estado inicia pagamento dos servidores públicos nesta quarta-feira, dia 29