Aracaju, 23 de setembro de 2021

Emília Corrêa: Base governista na CMA está “rachada”

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

A afirmação dita pela líder da oposição no Parlamento Municipal, Emília Corrêa (Patriota) durante entrevista à uma rádio local, foi com base nas manobras feitas durante a votação, e, aprovação, na semana passada, da Emenda Substitutiva, n.1, de sua autoria, direcionada ao PL do Executivo nº 197/2021. A emenda preservava os valores destinados à saúde, ao ensino/educação e à assistência social. Já o projeto, tratava da autorização de US$ 84 milhões em empréstimos.

“Mesmo com muita pressão, muitas coisas incomuns durante o processo de votação, como interrupções, mudanças de votos, discussões aleatórias e com o apoio de alguns vereadores da bancada que tiveram coragem de votar favorável, essa emenda passou, o que me deixou muito feliz e esperançosa com a postura e coragem dos colegas que votaram. Mas o que a gente nota, é que a base do prefeito está rachada. Pelo menos é o que transparece e reforçou ainda mais depois dessa votação”, declarou.

Emília explicou a gravidade da situação ao ter conhecimento,  que o Executivo já encaminhou à Câmara, um outro projeto com objetivo de alterar a inclusão da emenda feita e aprovada em maioria. “O projeto anterior já havia sido, inclusive, com a emenda – sancionado e publicado no Diário Oficial- mas, recebemos um outro projeto que altera justamente o Art. 2º que trata-se da emenda para ser votado esta semana. Ou seja, vamos votar novamente um outro projeto, porém alterado, retirando a emenda que previa preservar os recursos para essas demandas. Isso é muito sério”, pontuou.

A vereadora também salientou que é importante os aracajuanos(as) estarem atentos de como as coisas funcionam na CMA para exigirem dos seus representantes. “Por exemplo, votei a favor do projeto do prefeito (com a emenda inclusa). É bom explicar, porque as pessoas não sabem como funciona e pensa que votamos contra as obras. Nunca votarei contra ao povo. Agora com essa alteração, fica complicado votar. Vamos ficar atentos. Tomem conhecimento dessas articulações”, afirmou.

Por Andrea Lima

Foto CMA

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Seduc finaliza mais um ciclo formativo para professores do Programa Alfabetizar pra Valer
Em ação do TCE/SE, corregedorias de dez tribunais de contas debatem inovações tecnológicas
Jornada Full Stack começa dia 27 e segue até dia 29 deste mês
Valdevan destina recursos para aquisição cestas em Itabaianinha