Aracaju, 22 de setembro de 2021

João Daniel defende sanção imediata do PL 823 da agricultura familiar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

A aprovação do Projeto de Lei 823/21, no Senado, foi comemorada pelo deputado federal João Daniel (PT/SE), que destacou a importância dessa lei para a agricultura familiar. Em discurso na sessão da Câmara nesta quinta-feira, dia 26, o parlamentar ressaltou a necessidade de a proposta ser imediatamente sancionada pelo presidente da República, sem vetos. A proposta traz medidas de apoio e estímulo aos agricultores e agricultoras familiares, fortalecendo e incentivando a produção de alimentos.

“Com muita satisfação, ajudamos a organizar e aprovar na Câmara dos Deputados e, depois, no Senado Federal o Projeto Assis Carvalho, que na primeira vez teve cerca de 98% do seu teor vetado pelo presidente Bolsonaro. Agora, novamente, depois de um grande esforço, a Câmara e o Senado aprovam o Projeto Assis Carvalho II para apoio à agricultura familiar brasileira, aos assentamentos, às comunidades tradicionais, indígenas, quilombolas, posseiros, para a produção de alimentos”, disse.

João Daniel ressaltou que a entrada em vigor da lei decorrente do PL 823 vai baratear os alimentos para o povo brasileiro, que atualmente, diante da carestia, praticamente já não come mais carne. “Esse projeto é fundamental para a renegociação de dívidas atrasadas da agricultura brasileira. Por isso pedimos e apelamos para a sanção total desse projeto debatido e discutido com amplo apoio da sociedade brasileira, em especial da Contag, de todas as federações, da Via Campesina e todos aqueles que produzem alimentos neste país”, observou.

Arquivamento

Em seu discurso, o deputado também parabenizou o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, pelo arquivamento do pedido de impeachment feito pelo presidente da República contra o ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes. “Não podia ser diferente, o presidente do Senado, por ser um parlamentar, um senador que respeita a Constituição, deu a resposta que deveria dar ao presidente da República.

Ele não tem nenhuma dignidade, nenhum compromisso com a Constituição”, afirmou.

De acordo com João Daniel, o pedido de impeachment do ministro Alexandre de Moraes foi apenas porque o presidente Bolsonaro sabe que o Supremo Tribunal Federal e a CPI das Fake News já chegaram a muitas conclusões, a muitas informações. “Quem é o desastre neste país? Quem precisa de impeachment — e é urgente afastá-lo — é o presidente Bolsonaro. Ele é o autor, com sua família, das fake news, das mentiras, da enganação”, frisou.

Foto: Najara Araújo/Câmara dos Deputados

Por Edjane Oliveira

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Câmara Municipal de Aracaju aprova 17 proposituras nesta quarta-feira
Senar Sergipe abre inscrições para o curso de frangos e galinhas
Região Nordeste registra etanol mais caro do País nos primeiros dias do mês, aponta Ticket Log
Em nota, SSP diz que o delegado Marcelo Hercos permanece em estado grave, intubado e sedado