Aracaju, 22 de setembro de 2021

Não podemos deixar o incêndio do Nestor Piva morrer no silêncio, diz vereadora

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Quase três meses se passaram do incêndio que matou cinco pacientes e deixou outras pessoas feridas no Hospital Nestor Piva, localizado na zona Norte de Aracaju e, até o momento, ninguém foi responsabilizado pelo ocorrido. O assunto foi pauta da vereadora Emília Corrêa (Patriota) no Legislativo Municipal que se mostrou preocupada com o silêncio da Prefeitura Municipal de Aracaju (PMA).

“Por que a PMA não responsabiliza a empresa terceirizada já que entregou a gerência da Unidade de Pronto Atendimento (UPA)? Ninguém naquela ala sentiu o cheiro estranho? Já foi explodindo? Muitas perguntas, as famílias das vítimas, principalmente, sem resposta, e a prefeitura segue no silêncio”, declarou Emília.

Quando fala em responsabilizar a empresa, a vereadora, refere-se, a indenização das famílias que, até o momento, estão sem retorno. “Fora os transtornos psicológicos que ficaram para todos aqueles que presenciaram a tragédia, essas pessoas estão desamparadas nesse sentido. Não basta o sofrimento de perder um ente querido, ainda tem que lidar com a falta de sensibilidade dessa gestão. A PMA, inclusive, também é co-responsável. Tem muita coisa que precisa ser vista e não podemos deixar isso morrer no silêncio. Eu, pelo menos, ficarei atenta para que isso não aconteça”, afirmou.

Foto Gilton Rosas

Por Andrea Lima

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

DHPP prende mandante de feminicídio no bairro São José
Internação de idosos por covid reforça importância do reforço
Goretti detalha visita a CG que sediará Conferência da Unale
Dois homens acusados de balear o delegado Marcelo Hercos são presos em Aracaju