Aracaju, 19 de setembro de 2021

PM emite nota de esclarecimento negando a saída do TC Arthur do comando do 2º BPM

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Após ter saído nesta sexta-feira (27), a notícia de que o Tenente-Coronel Arthur Ervilha teria decidido entregar o cargo de Comandante do 2º Batalhão, sediado em Propriá, por suposta ingerência política, fato que foi denunciado pelo Extra Propriá, o blog Espaço Militar manteve contato com o Comandante-Geral da PMSE, Coronel Marcony, o qual informou que não tinha conhecimento de qualquer mudança em relação a mudança ou possível mudança no comando da citada unidade militar, não tendo recebido qualquer pedido de entrega do cargo até aquele momento, porém reafirmou categoricamente que o atual comandante do 2º BPM estaria mantido no cargo.

Segundo o que o blog Espaço Militar apurou com diversas fontes, houve o fato de uma mudança de uma sede de uma companhia que foi feita para dinamizar o trabalho, que posteriormente foi desfeita por ordens superiores, que não a do Comandante-Geral.

A Polícia Militar saiu com nota se pronunciando sobre o ocorrido:

O Comando da Polícia Militar de Sergipe esclarece que as informações contidas em postagens sobre mudança de comando no 2º Batalhão (2ºBPM) são inverídicas e improcedentes. O tenente-coronel Arthur Ervilha continua exercendo normalmente a função de comandante do 2º BPM, sediado na cidade de Propriá, não existindo na hierarquia Policial Militar situação ou possibilidade  de entrega  de função por parte de oficiais designados para tal finalidade, os quais estão  sujeitos aos regulamentos e leis Militares.

A Policia Militar informa que já está apurando a origem das falsas informações.

O Comando da Corporação ressalta que trabalha de forma técnica e a subordinação operacional da PMSE é tão somente ao senhor Secretário de Segurança Pública.

Continuamos à disposição do povo de Sergipe, como patrimônio da sociedade deste estado.

Que o senhor Deus continue nos abençoando!

Ainda ontem (27), a população, ao tomar conhecimento de possível mudança no comando do 2º BPM, com a entrega do cargo pelo Tenente-Coronel Arthur Ervilha, através das redes sociais, a população propriaense e da região, passaram a pedir a permanência do citado oficial superior, que tem feito um excelente trabalho na região do 2º BPM, reduzindo sobremaneira os índices de criminalidade, esperando que possa ser mantida a autonomia do comando da unidade para dinamizar ainda mais o trabalho que já está sendo muito bem feito.

Posição do TC Arthur

Concitado a responder a uma suposta nota veiculada na imprensa, supostamente feita por um político da região do baixo São Francisco, venho a público esclarecer e informar à sociedade da região sobre algumas inverdades ditas.

Primeiramente,  a mudança da sede da companhia de Muribeca para Cedro não trouxe e não trará nenhum prejuízo para os munícipes de Muribeca, até porque tal transferência já tinha ocorrido há duas semanas.

Afirmações de que a mudança ensejará diminuição de efetivo e viaturas é mentirosa e totalmente descontextualizada da realidade operacional da região.

A mudança da sede, trará consequências positivas para estrutura administrativa da unidade, não tendo, como não tem, nenhuma repercussão operacional .

Infelizmente, as vaidades, muitas vezes, nos cegam e deturpam nossas impressões.

Deixo claro a todos os munícipes  das cidades que compreendem a área do 2° BPM, que não há nenhum privilégio de uma cidade em relação a outra, no tocante ao emprego de efetivo e viaturas.

Destarte, concito a todas as autoridades municipais da região a procurar o Comando do 2° BPM para se inteirarem da realidade de seus municípios (no tocante ao policiamento ostensivo).

“Precisamos alinhar nossos discursos à nossas ações”.

Fui informado das repercussões postadas em alguns grupos, por isso, esclareço que não entreguei o Comando do 2° Batalhão, até porque, como veiculado nos mesmos grupos, não posso assim fazê-lo. Todavia, é verdade sim, que na próxima segunda feira, solicitarei minha transferência do 2° Batalhão, haja vista, entender que não poderei, por princípios morais, atender algumas determinações.

Me despeço agradecendo ao apoio de algumas  autoridades municipais da região, em especial ao prefeito de Propriá,  Dr. Valberto, homem realmente interessado e preocupado com a segurança pública da região.

Por derradeiro,  deixo claro que a transferência da companhia de Muribeca para Cedro, teve a autorização do meu superior direto e foi pautada em critérios técnicos.

Flávio Arthur -Tenente-Coronel PM

Com informações da PMSE

Matéria do blog Espaço Militar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Chega a Sergipe neste domingo mais de 106 mil doses de Pfizer
Capitania dos Portos de Sergipe abre processo seletivo
Mulher é presa em flagrante pelo Denarc com centenas de munições, fuzil e drogas
Prefeitura realiza quarta edição especial do Programa Praia Limpa