Aracaju, 17 de setembro de 2021

Belivaldo assina parceria com federações para incentivar o esporte em Sergipe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

 

Na manhã desta terça-feira (31), o governador Belivaldo Chagas assinou o Termo de Cooperação do “Programa Seleções”, viabilizado por meio da Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc), através da Superintendência Especial de Esportes (Supee). Na oportunidade, os presidentes das federações de esportes coletivos de Handebol, Futsal, Voleibol e Basquetebol, assinaram o documento. Cada federação que aderir ao “Programa Seleções” terá um aporte anual no valor de R$ 50 mil, totalizando um investimento de R$ 200 mil nas quatro modalidades, feito com recursos do Estado.

“É um prazer muito grande participar desse evento , a gente fica feliz, apesar de tudo, apesar da pandemia, as coisas estão acontecendo aos poucos. Se tem uma área que também sofreu muito durante a pandemia, foi a dos esportes. Nós que pensamos na Secretaria da Educação, do Esporte e da Cultura juntas, pensamos, justamente, para ver esse bloco funcionando. É preciso ter cada vez mais o esporte dentro da escola, e a gente tinha a escola participando e praticando o esporte, mas sem essa ênfase que a gente gostaria de ver. Nas nossas escolas, estamos construindo quadras, estamos ampliando, reformando, incentivando, e o que se pretende com laços como esse é que a gente tenha jovens de Sergipe no Brasil afora, representando nosso estado. Mais do que atletas, dentro do esporte e especialmente nas escolas, estaremos formando cidadãos e cidadãs”, afirmou o governador Belivaldo Chagas.

Criado pelo Decreto Nº 40.893/2021 do Governo do Estado de Sergipe, o programa é uma iniciativa da Superintendência Especial de Esportes (Supee/Seduc) e tem como objetivo subsidiar os custos de formação e treinamento das seleções sergipanas de Voleibol, Basquetebol, Handebol e Futsal. “Essa é uma iniciativa inédita do Governo do Estado. São três categorias: o sub-13, sub-15 e sub-18, e isso é muito importante ressaltar porque a gente vai está trabalhando o esporte desde a sua base até o alto rendimento. É muito bacana falar, também, que esses atletas, para que possam compor as seleções sergipanas, têm que ter participado dos nossos Jogos da Primavera. Então, é um fortalecimento da principal competição esportiva escolar que nós temos no estado. As federações também têm que ter tanto a seleção masculina como a feminina, ativando uma política de equidade de gênero que é tão importante nesse momento”, destacou a superintendente especial de Esportes, Mariana Dantas.

O programa tem, ainda, por finalidade proporcionar o intercâmbio sócio esportivo entre atletas e técnicos, promover a melhoria da qualidade técnica das seleções sergipanas em competições municipais, estaduais, nacionais e até internacionais, elevar o “status” do atleta sergipano e viabilizar um plano de carreira para que esse atleta possa crescer e se desenvolver na modalidade escolhida. “Eu acho muito importante essa preocupação do Governo do Estado com relação à formação das equipes, dar condições materiais às equipes evoluírem, porque vai fazer um apoio ao esporte de base que é o fomentador do esporte de rendimento. Tem que haver a renovação e essa aplicação de recursos”, afirmou o presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), Paulo Wanderley Teixeira, presente no evento.

Outro ponto destacado pelo presidente diz respeito ao intercâmbio dos atletas e técnicos “Não existe desenvolvimento sem intercâmbio. Você pode ter o maior talento no mundo, a melhor preparação do mundo, mas ficar restrita ao seu próprio espaço, a sua própria cidade, ao seu próprio município, não há evolução, evolução só vem através de intercâmbio”, finalizou.

O programa Seleções deve beneficiar cerca de 1.000 atletas como Rayssa Almeida Menezes, de 15 anos. Tendo começado no futsal devido ao incentivo dado pela irmã mais velha, a atleta recebeu, na ocasião, um broche oficial da COB. “Eu estou muito agradecida, não esperava. O esporte foi uma coisa que chegou em mim e que eu gostei. Minha irmã me incentivou a jogar e eu espero que a gente faça uma boa campanha neste campeonato e que a gente chegue com tudo, e jogue muito bem”, disse a atleta que já vem se preparando, junto à sua equipe, para participação dos Jogos da Primavera.

Também presente no evento, Kleber Quintela, presidente da Federação Sergipana de Basquetebol, vê a iniciativa do Governo do Estado com boas expectativas. “É de suma importância, uma vez que a gente vai fomentar ainda mais a base do esporte sergipano. A culminância desses projetos vai corroborar para que os atletas consigam fazer esse intercâmbio não somente aqui no estado, mas também com as outras federações”, destacou.

Estiveram presentes no ato de lançamento, além da vice-governadora Eliane Aquino; o deputado federal Fábio Mitidieri; os deputados estaduais Luciano Bispo (pres. da Alese), Luciano Pimentel e Zezinho Sobral; Antônio Hora Filho, presidente da Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE); o secretário estadual Josué Modesto (Seduc); a superintendente especial de Esportes, Mariana Dantas (Supee/Seduc); o ex-prefeito de Areia Branca, Agripino; os presidentes das federações sergipanas Washington Luiz Gusmão (handebol), Kleber Quintela Vieira Silva (basquete), Josué dos Santos (futsal) e Vinícius Santana, representando a federação de voleibol), dentre outras autoridades e atletas.

Foto: Mário Souza/Supec

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Aracaju: Avenida Beira Mar terá trânsito temporariamente bloqueado domingo
Religação de energia elétrica pode ser solicitada por meio dos canais digitais
Ribeirópolis alcança marca histórica de 300 dias sem registro de homicídios
“Orientação e perfil são garantias de sucesso no mercado”, diz consultor