Aracaju, 19 de setembro de 2021

Deputada estadual Maisa Mitidieri usa redes sociais para campanha do Setembro Amarelo

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Durante todo o mês, a deputada estadual Maisa Mitidieri realizará uma programação em alusão ao Setembro Amarelo em suas redes sociais. Será uma sequência de lives e posts informativos que motivarão debates sobre os caminhos viáveis de prevenção e a identificação de possíveis casos de suicídio. Para isso, profissionais da Psicologia e da Psiquiatria tratarão do tema de forma leve e dinâmica.

O primeiro tema das lives será o “Papel da escola na prevenção do suicídio”, com a participação da psicóloga Lavínia Andrade, e acontecerá no dia 10 de setembro, a partir das 20h no instagram da deputada (@depmaisamitidieri).

Para Maisa, a educação é a base de tudo. “Sou autora da lei 8606, de 22 de novembro de 2019, que visa a inclusão de medidas de conscientização prevenção e combate a depressão, automutilação e suicídio, no projeto pedagógico das escolas públicas e privadas de educação básica de Sergipe, pois entendo a importância de tratar o tema desde cedo”, afirma a deputada.

De acordo com a carta aberta direcionada aos pais, responsáveis e educadores, divulgada pela Associação Brasileira de Psiquiatria e o Conselho Federal de Medicina, é necessário um olhar mais cuidadoso para as crianças e adolescentes, tendo em vista todas as mudanças físicas e psíquicas que acontecem durante esse período.

“A escola é um cenário propício para promoção de saúde mental e prevenção do suicídio. O fortalecimento dos vínculos entre alunos, famílias e corpo docente favorece o processo e a temática pode ser elucidada, inclusive, de forma multidisciplinar com as diversas áreas do conhecimento dentro do contexto pedagógico”, explica Lavínia.

É importante também que os pais fiquem atentos a alguns sinais e mudanças de comportamento apresentados pelos seus filhos.  Isolamento, impulsividade, tristeza constante, distorção de imagem corporal, dificuldade de relacionamento com pessoas da mesma idade, insegurança, queda no desempenho escolar, crises de raiva, baixa autoestima são alguns deles..

No Brasil a campanha do Setembro Amarelo acontece desde 2015, fruto de uma parceria do Centro de Valorização da Vida (CVV), do Conselho Federal de Medicina (CFM) e da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) visa conscientizar as pessoas sobre o suicídio, bem como evitar o seu acontecimento.

“Uma bandeira muito importante e que levo em meu mandato é a saúde mental. Entender sua complexidade é algo muito difícil, por isso destaco a real contribuição que o período da campanha traz para todos os outros meses decorrentes, afinal, essa é uma luta diária” conclui a parlamentar.

Programação das lives

Dia 10 de setembro às 20h

Lavínia

Psicóloga

Tema: O papel da escola na prevenção do suicídio

Dia 17 de setembro às 20h

Katarina Feitoza

Vice-prefeita e Delegada da Polícia Civil

Tema: Violência contra mulher e o suicídio

Dia 24 de setembro às 20h

Dr. Alexandre Agacir

Psiquiatra

Tema: Covid: impactos na saúde mental e fatores de risco para suicídio

Dia 30 de setembro às 20h

Paulo Araújo

Psicólogo/Psicodramatista/ Psicomúsico

Tema: A arte para existir e re(existir) na prevenção e posvenção do suicídio.

Por Camilla Araújo

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Mulher é presa em flagrante pelo Denarc com centenas de munições, fuzil e drogas
Prefeitura realiza quarta edição especial do Programa Praia Limpa
Semana Acessibilidade terá roda de conversa e entrega Troféu
Bricelets: herança das freiras que viveram em clausura no convento