Aracaju, 7 de dezembro de 2021

Violência contra mulher: vereador discute programas e ações

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Tendo em vista que a luta pelo fim da violência contra a mulher deve ocorrer durante todo o ano, o vereador de Aracaju, Sargento Byron (Republicanos), visitou a Coordenadoria de Políticas Públicas para as Mulheres, que é ligada à Secretaria Municipal da Assistência Social, para conhecer os programas, projetos e ações que são desenvolvidas na capital sergipana com o intuito de prevenir, acolher as vítimas, conscientizar a população e até estimular as denúncias.

O parlamentar foi recebido pela coordenadora Edlaine Sena, que mostrou como a gestão municipal vem gerenciando as políticas públicas voltadas ao enfrentamento da violência contra a mulher, além de garantir o protagonismo da mulher aracajuana em diversos setores. Segundo a Coordenação, houve um aumento de denúncias na capital sergipana fruto da conscientização que vem sendo feita através das ações realizadas pela Rede de Proteção da Mulher de Sergipe.

Para Byron, a informação do aumento das denúncias é importante por mostrar que as mulheres estão recebendo cada vez mais informações. “Essa informação é muito pertinente. As mulheres precisam saber dos seus direitos e ter acesso aos canais de denúncia. Porém, precisamos trabalhar com a perspectiva de reduzir os casos de violência. Por um lado, o aumento de denúncias retrata a autonomia da mulher nessa busca pelos seus direitos, mas reforça também que os casos continuam ocorrendo. Ou seja, precisamos atuar na raiz. Conscientizar toda a sociedade e mostrar, desde cedo, que a violência contra a mulher é um dos mais lamentáveis crimes e não pode ser tolerado”, reforçou Byron.

Maria da Penha

Em Aracaju, as mulheres vítimas de violência em medidas protetivas contam com o apoio da Patrulha Maria da Penha, organizada pela Guarda Municipal, Coordenadoria da Mulher e o Tribunal de Justiça. O serviço de caráter preventivo e protetivo visa fazer o acompanhamento de mulheres vítimas de violência, garantindo a sua integridade e segurança diante de situações de risco.

A Coordenação é vinculada à Patrulha Maria da Penha. Segundo Edlaine, houve uma ampliação do programa que, antes, atendia até 20 mulheres, e agora tem capacidade de atender até 30 mulheres. “Eu já enalteci a Patrulha na Câmara porque sei da efetividade deste programa. Todos que fazem parte deste projeto estão de parabéns pela condução. Os números são muito positivos no que se refere à proteção das mulheres vítimas de violência”, avaliou Byron.

Acolhimento Institucional e Conscientização

Para as mulheres que sofreram agressões e continuam vulneráveis, a Secretaria da Assistência é responsável por disponibilizar o acolhimento institucional através da Casa Núbia Marques. A pasta também realiza diversas intervenções sociais com a perspectiva de fomentar o debate, quebrar alguns tabus e até reforçar a violência contra a mulher enquanto um crime.

Edlaine Sena agradeceu a visita do vereador e reforçou a necessidade do engajamento do Parlamento Municipal com a pauta. “Eu parabenizo o interesse, o empenho do vereador Byron. É muito bom quando temos parlamentares que estão envolvidos, que buscam informações, que se colocam à disposição. Que outros parlamentares também se sensibilizem pela pauta. O enfrentamento é um dever de todos. Quanto mais homens estiverem envolvidos nessa causa, mais êxito teremos, principalmente os parlamentares. Fiquei muito feliz pelo vereador se colocar à disposição, de propor ações e de querer firmar essa parceria. Estamos muito confiantes de que, com o olhar de Byron, vamos ter mais avanços no Município. Que sigamos nessa constante luta pelo fim da violência contra a mulher e em busca de uma sociedade mais justa e igualitária”, opinou a coordenadora.

Por Pábulo Henrique

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Janier Mota, em carta aberta, anuncia que não disputará reeleição em 2022 e relata os motivos
Deputados se reúnem com os representantes das empresas Sunoak e Elektsolar
Zezinho Sobral defende criação do “CNH Social” para  sergipanos de baixa renda
CMA aprova PL em homenagem ao Ex-Deputado Estadual Reinaldo Moura