Aracaju, 26 de setembro de 2021

Prefeitura de Aracaju vacinará adolescentes com comorbidades a partir deste sábado

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

A Prefeitura de Aracaju dará, neste sábado, 4, um importante passo na vacinação contra a covid-19, ao iniciar a imunização dos adolescentes. Nesta nova etapa, serão vacinados os residentes do município, de 12 a 17 anos, com comorbidades, deficiências permanentes, gestantes, puérperas e lactantes e aqueles que estão privados de liberdade. A vacinação ocorrerá em oito pontos até o dia 10 de setembro. O anúncio foi feito nesta sexta-feira, 3, pelo prefeito Edvaldo Nogueira, através das redes sociais.

“O meu coração está cheio de felicidade por poder anunciar a vacinação dos adolescentes. Iniciaremos neste sábado com o grupo de adolescentes com comorbidades, deficiências permanentes, grávidas, puérperas, lactantes e os privados de liberdade. Até o dia 10, estas pessoas de 12 a 17 anos, que se encaixam no novo grupo, devem procurar os nossos pontos fixos ou o drive-thru da Sementeira para receber a sua imunização”, afirmou Edvaldo.

Serão disponibilizados oito pontos para a vacinação deste novo grupo: as Unidades Básicas de Saúde Onésimo Pinto (Jardim Centenário) e Santa Terezinha (Robalo); os shoppings Riomar (Coroa do Meio) e Aracaju Parque Shopping (Industrial); as universidades Tiradentes (Augusto Franco) e Maurício de Nassau (avenida Augusto Franco); o auditório da Escola Presidente Vargas (Siqueira Campos) e o drive-thru do Parque da Sementeira.

Para receber a vacina, as pessoas que fazem parte do grupo priorizado nesta fase devem apresentar documento de identificação com foto, comprovante de residência em nome dos pais e relatório médico que ateste a comorbidade. Nos pontos fixos, a vacinação ocorrerá das 8h às 16h. Já no drive, o acesso ao imunizante se dá de 8h às 17h, após cadastro no Portal “VacinAju” e liberação do código autorizativo.

São consideradas comorbidades pelo Plano Nacional de Vacinação: diabetes Mellitus; pneumopatias crônicas graves; hipertensão arterial resistente, estágio 3 ou estágio 1 e 2 com lesão em órgão-alvo/comorbidade; doenças cardiovasculares; doença cerebrovascular; imunossuprimidos; hemoglobinopatias graves (doença falciforme e talassemia maior); obesidade mórbida e cirrose hepática.

Pelo Plano Nacional, também fazem parte grupo prioritário os cidadãos com deficiência permanente, que apresentem limitação motora, grande dificuldade ou incapacidade de ouvir mesmo com uso de aparelho auditivo; grande dificuldade ou incapacidade de enxergar mesmo com uso de óculos; e com alguma deficiência intelectual permanente que limite as suas atividades habituais, como trabalhar, ir à escola, brincar e outras. Atualmente, a capital sergipana possui 453.345 pessoas vacinadas contra a covid-19, com a primeira dose, o que representa 88% da população adulta e 68% da população geral.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Sergipe recebeu neste sábado 10.250 doses de vacina contra covid-19, da AstraZeneca
Polícia prende mulher que praticou roubo de motocicleta no Bugio
Enock Ribeiro, secretário Socorro, recebe Título de Cidadão Sergipano
Eliane participa reunião com articuladores do Selo UNICEF