Aracaju, 22 de setembro de 2021

Servidores da Saúde marcam paralisação de 24 horas

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Os auxiliares e técnicos de enfermagem e demais servidores da Secretaria de Estado da Saúde (SES) e da Fundação Hospitalar de Saúde (FHS), representados pelo Sindicato dos Trabalhadores na Área da Saúde do Estado de Sergipe (Sintasa) se reuniram, nesta sexta-feira (03), em Assembleia Geral Extraordinária, e deliberaram por uma paralisação de 24 horas, no dia 14 de setembro deste ano, com ato público, às 7 horas, na frente do Hospital de Urgência de Sergipe, depois caminhada até a Maternidade Nossa Senhora de Lourdes, e retorno ao HUSE, onde será realizada outra assembleia.

O presidente do Sintasa, Augusto Couto, explica que a necessidade da paralisação é por conta do não fechamento do Acordo Coletivo de Trabalho. “Na assembleia, conversamos com os servidores, explicação a situação para eles, e mostramos toda a morosidade da gestão estadual para se concluir o Acordo Coletivo”, disse Augusto, que contou as presenças dos diretores Adaílton dos Santos e Maria de Lourdes, além do gerente-administrativo, Janderson Alves.

Além da paralisação, ficou deliberado que o Sintasa enviaria ainda na tarde desta sexta-feira, uma contraproposta para a gestão, contendo informações sobre a paralisação e que qualquer resposta do governo será apresentada para a categoria na assembleia que será realizada no final do ato do dia 14 de setembro, prazo final para a resposta da gestão.

Informações e foto Sintasa

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Câmara Municipal de Aracaju aprova 17 proposituras nesta quarta-feira
Senar Sergipe abre inscrições para o curso de frangos e galinhas
Região Nordeste registra etanol mais caro do País nos primeiros dias do mês, aponta Ticket Log
Em nota, SSP diz que o delegado Marcelo Hercos permanece em estado grave, intubado e sedado