Aracaju, 23 de setembro de 2021

Alessandro aciona Supremo Tribunal Federal por MP que dificulta exclusão de perfis na web

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

O Senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) impetrou Mandado de Segurança contra a MP no Supremo Tribunal Federal, a pós o Presidente Jair Bolsonaro (sem partido), na véspera do Sete de Setembro, ter editado Medida Provisória sobre redes sociais. “Impetramos Mandado de Segurança junto ao STF, pedindo a  imediata suspensão da vigência da MP 1068/21, diante da sua flagrante inconstitucionalidade e do grave risco de que ela sirva como garantia para o propagação de material ilegal e antidemocrático”.

O senador disse que acionou o Supremo Tribunal Federal (STF), na noite dessa segunda-feira (07), para suspender a Medida Provisória assinada pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido). A portaria altera parte da lei sobre o Marco Civil da Internet, dificultando a exclusão de perfis nas redes sociais.

Para o senador Alessandro, a Medida Provisória assinada por Bolsonaro é inconstitucional e caracteriza um grave risco para que “sirva como garantia para a propagação de material ilegal e antidemocrático”. Para tentar suspender os efeitos da portaria, um mandado de segurança foi impetrado no STF.

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Seduc finaliza mais um ciclo formativo para professores do Programa Alfabetizar pra Valer
Em ação do TCE/SE, corregedorias de dez tribunais de contas debatem inovações tecnológicas
Jornada Full Stack começa dia 27 e segue até dia 29 deste mês
Valdevan destina recursos para aquisição cestas em Itabaianinha