Aracaju, 21 de setembro de 2021

Prefeitura de Aracaju e UFS firmarão convênio para criação de núcleo conjunto de inovação

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

O prefeito Edvaldo Nogueira visitou, na manhã desta quinta-feira, 9, o reitor da Universidade Federal de Sergipe (UFS), Valter Joviniano. Na ocasião, o gestor de Aracaju agradeceu pelo apoio técnico dos professores e pesquisadores da instituição de ensino na definição de estratégias de enfrentamento à covid-19. Durante a visita, Edvaldo também defendeu uma maior aproximação entre a Prefeitura e a universidade para que a UFS possa contribuir, de maneira efetiva, com temáticas de interesse da cidade. No encontro, ficou definido o estabelecimento de um convênio entre a administração municipal e a universidade no campo da inovação.

“Quero, inicialmente, agradecer pelo apoio dado pela instituição ao município no combate à pandemia, com sua capacidade técnica. Inclusive, aproveito para citar o professor Paulo Martins, que tem tido papel fundamental no Comitê de Operações Emergenciais, o COE. Tenho certeza de que, assim como no enfrentamento à covid-19, a UFS poderá contribuir muito para o desenvolvimento da nossa capital, com mecanismos de ajuda técnica especializada e científica, porque tem conhecimento, estudo. Já temos convênios em algumas áreas e queremos aprofundar, ampliar as discussões para temas relevantes para a cidade, como a mobilidade urbana, a coleta seletiva e a energia renovável. As pesquisas da UFS podem nos ajudar muito”, destacou o prefeito.

Edvaldo propôs a criação de um grupo de trabalho, composto por membros da universidade federal e da Prefeitura, para que seja apresentado o Planejamento Estratégico aos pesquisadores da instituição. “A universidade pode nos ajudar efetivamente a resolver problemas da capital, avançando em soluções e associando o conhecimento científico à gestão pública. Ela pode contribuir na construção do Plano Diretor, na licitação do transporte,  na execução do projeto de R$ 300 milhões  do BRICS, na revitalização do Centro, assim como na Educação e outras áreas. Pode, inclusive, contribuir na definição das vocações econômicas de Aracaju”, salientou o gestor.

Ao convidar coordenadores da área de Inovação e Tecnologia da universidade federal para a reunião, o reitor Valter Joviniano se colocou à disposição para contribuir com o município. “A UFS pode e deve fazer mais. Essa aproximação com as gestões e com os setores produtivos é salutar. E temos total interesse em dar esse apoio. Assim como contribuímos no enfrentamento à covid-19, que possamos dialogar com os governantes para diversificar a economia, avançar nas ações para que a capital possa crescer e se desenvolver”, afirmou.

O reitor também disse acompanhar o trabalho de Edvaldo à frente da Prefeitura, assim como “a expressão nacional que seu trabalho tem tido, com a chegada na Frente Nacional de Prefeitos, a FNP”. “Podemos, então, nos reunir para que nossas pesquisas possam responder às necessidades da sociedade. “Queremos ser não só uma instituição formadora, mas também indutora do desenvolvimento”, frisou.

Ao final da reunião, ficou acordado que a Prefeitura de Aracaju e a Universidade Federal de Sergipe estabelecerão um convênio no campo da inovação. O primeiro passo será a criação de um núcleo com técnicos da instituição de ensino e gestores da administração municipal. “Será  o passo inicial para o marco regulatório da inovação em Aracaju, algo que já vem sendo desenvolvido pelo setor de Inovação da UFS. Foi uma reunião muito produtiva”, completou Edvaldo.

Foto: Ana Lícia Menezes/PM

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Sergipe: Sindicatos pedem que deputados digam não à reforma Administrativa
Sergipe recebeu 30.500 doses da AstraZeneca nesta terça-feira, 21
Simão Dias: Zezinho Sobral visita comunidades e recebe demandas dos povoados Caraíbas e Colônia
Beleza natural, gastronomia e passeios históricos chamam a atenção de turistas em Fernando de Noronha