Aracaju, 23 de setembro de 2021

Prefeitura inicia cursos de capacitação ofertados à população LGBTQIA+

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Nesta quarta-feira, 8, por intermédio da Fundação Municipal de Formação para o Trabalho (Fundat), a  Prefeitura de Aracaju iniciou as aulas dos cursos presenciais voltados para o público LGBTQIA+. Estas capacitações são ofertadas em parceria com o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MDH).

Para dar início à programação, foram ofertadas duas turmas para o curso de Informática Básica (100h) e outra para o curso de Automaquiagem (30h). As aulas, minisratadas pela empresa Treinar Minas, acontecem de segunda a sexta-feira, nos turnos da manhã e da tarde, nas Unidades de Qualificação Profissional da Fundat.

De acordo com a presidente da Fundação, Edivaneide Lima, uma das missões do órgão é a inclusão social, “por isso, essas capacitações chegam para fazer parte do que a gente acredita e promove diariamente para a população”, frisa.

“Oportunizar esses cursos para as pessoas que fazem parte da população LGBTQIA+ foi importante para que elas tenham chances de entrar no mercado de trabalho com a devida qualificação”, afirma Edivaneide.

Segundo o coordenador da Treinar Minas, Valério Oliveira, essa parceria firmada com a Fundat é muito importante para a oferta de capacitações de qualidade e diversificadas para a comunidade LGBTQIA+. “Esse projeto de qualificação é inovador e totalmente diferenciado porque visa capacitar esse público. Além disso, é um projeto pioneiro em Aracaju que pode transformar vidas e realizar os sonhos dessas pessoas por meio da qualificação”, diz Valério.

Nesse primeiro momento, as aulas são para conhecer os alunos e os instrutores. É necessário uma interação e de ambientação com a turma para que o conteúdo ministrado flua da melhor forma possível.

Instrutora, Mônica Figueiredo explica que o conteúdo é abordado no curso de forma simplificada para que todos possam entender perfeitamente os mecanismos. “No decorrer das aulas será apresentado o sistema operacional Windows, Pacote Office, LibreOffice, formas de acesso à internet e também como criar um currículo”, pontua.

O aluno Alexsandro Lopes, 23, do curso de Automaquiagem, acredita que a capacitação abre portas para ele. “É uma forma de crescimento para as pessoas que não possuem uma oportunidade. Devido a momentos difíceis, se capacitar é um meio de distração e aprendizados. Me senti muito confortável nessa primeira aula porque sei que estou no caminho certo, já que trabalho na área da beleza”, contou.

“Eu me vejo nessa oportunidade que a Fundat está ofertando para esse público. Há um tempo, eu estava participando de um curso como esse. E hoje, estou aqui como um instrutor para passar o conhecimento que adquiri durante a minha trajetória profissional. Acredito que tenho muito a contribuir com eles e esse espaço tem sido de construção e qualificação, porque percebo o interesse deles. A área da beleza é uma das que abraçam a comunidade para que possam ter uma renda”, declara o instrutor e maquiador Elisson Melo.

Reconhecimento

O aluno Markleis Lopes, 26, da oficina de informática básica, destacou a importância do curso para a inclusão da comunidade LGBTQIA+ no mercado trabalho. “A Fundat ofertar as capacitações é muito importante para quebrar os preconceitos, para entrarmos onde a gente quiser e ocupar os espaços. Eu estava precisando desse curso para adquirir conhecimentos e melhorar o currículo”, disse.

Para o aluno Abraão Silva, 19, a busca pela equidade é significativa para mudar aos poucos o pensamento da sociedade. “Acredito que a Fundação teve o intuito de trazer a equidade com essas capacitações para quem faz parte do movimento LGBTQIA+. Representamos e existimos diariamente na sociedade. Já tinha interesse no curso de informática básica para qualificação pessoal e profissional porque é necessário ingressar no mercado de trabalho com alguma experiência”, afirmou.

Fonte e foto assessoria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Câmara Municipal de Aracaju aprova 17 proposituras nesta quarta-feira
Senar Sergipe abre inscrições para o curso de frangos e galinhas
Região Nordeste registra etanol mais caro do País nos primeiros dias do mês, aponta Ticket Log
Em nota, SSP diz que o delegado Marcelo Hercos permanece em estado grave, intubado e sedado