Aracaju, 17 de setembro de 2021

Sheyla denuncia que cintilografias ósseas estão sendo negadas

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Novos problemas na oncologia foram relatados pela vereadora Sheyla Galba (Cidadania), nesta quinta-feira, 09, em discurso na Câmara Municipal de Aracaju. Segundo a parlamentar, além da demora constante dos exames, pacientes com câncer estão enfrentando a negação de cintilografias ósseas, que são importantes para o diagnóstico de metástase.

“Lamentavelmente, estou aqui mais uma vez para falar do desrespeito e descaso com os pacientes com câncer. A cintilografia é um exame muito importante para que as pessoas saibam se estão com metástase. Nos últimos dias, oito pessoas me procuraram para mostrar a negativa da Secretaria Municipal de Saúde para que os pacientes possam realizar a cintilografia”, frisou.

Durante sua fala, a vereadora leu a justificativa da Secretaria para a negativa dos exames. “Na quarta-feira, 8, eu estive na Secretaria Municipal de Saúde para tentar entender o que estava acontecendo e, simplesmente, me disseram que existe uma portaria da Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS – Conitec informando que o exame de cintilografia só deve ser feito para pacientes que já estão com metástase”, detalhou.

A parlamentar informou que iria protocolar nesta quinta-feira, 09, um protocolando requerimento para que a Secretaria Municipal de Saúde explique melhor para todos os cidadãos o que está acontecendo. “É preciso que essa portaria da Conitec seja exposta até mesmo para que possamos criticá-la e apresentar contrapontos”, enfatizou.

“Por exemplo, como é que a pessoa só vai realizar a cintilografia se estiver com metástase se esse exame é justamente para que se detecte a metástase nas pessoas. Então, precisamos tirar essas dúvidas. É Tudo muito fácil para quem administra, mas o gestor precisa ter mais coração, mais paciência, mais amor com o próximo”, complementou.

Sessões no YouTube

Ainda no discurso, Sheyla Galba solicitou ao presidente da Câmara de Aracaju que as sessões sejam transmitidas via YouTube e fiquem salvas para que a população possa acompanhar melhor os debates realizados na Casa. “Para o bem da transparência e para que o cidadão tenha mais acesso ao nosso trabalho e entendimento de como funciona a Câmara de Vereadores da capital”, salientou.

“Sabemos que a maioria da população está trabalhando durante o horário das sessões. Por isso, é importante que deixa-las salvas no YouTube para que tenham acesso no momento em que seja possível. Isso já é uma prática comum em sessões de outras câmaras, da Câmara dos Deputados, da Assembleia”, finalizou.

Assessoria de Comunicação

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Sergipe registra 1 morte nesta sexta, depois de 6 dias sem óbitos
Doações de órgão: chances dos sergipanos precisarem de transplante são bem maiores
Hospital Cirurgia realiza ação para comemorar Dia Mundial da Segurança do Paciente
Preço médio do óleo diesel segue em alta no início do mês de setembro e litro se aproxima de R$ 5,00, aponta Ticket Log