Aracaju, 19 de setembro de 2021

PMA segue fiscalizando cumprimento de normas sanitárias em escolas municipais

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Com a diminuição do número de casos e de mortes pela covid-19, as aulas presenciais na rede municipal de ensino serão retomadas na próxima segunda-feira, dia 13. Com isso, a Prefeitura de Aracaju, por intermédio da Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), segue fiscalizando as escolas municipais para garantir o cumprimento das normas de biossegurança preventivas à covid-19.

Para o retorno seguro das aulas presenciais, as 74 escolas da rede municipal de Aracaju dispõe de totens de álcool, termômetro digital infravermelho, tapetes sanitizantes, fitas delimitadoras, equipamentos de proteção individual (EPIs) e outros produtos que devem ser usados pelos trabalhadores e os alunos da rede.

De acordo com a gerente de Serviços de Interesse à Saúde da Rede de Vigilância Sanitária e Ambiental (Revisa), Andreza Messias Imidio, já foram vistoriadas todas as escolas municipais. “Estamos retornando em algumas escolas, onde foram solicitadas adequações, e verificando os últimos ajustes para o retorno das aulas presenciais. O uso de máscaras continua obrigatório, inclusive durante a atividade extra-sala”, explica.

Item obrigatório

Com relação ao uso de máscaras, as pessoas da comunidade escolar têm que utilizar máscaras, e os funcionários equipamentos de proteção individual, além do que prevê os protocolos sanitários. Da mesma forma, os alunos deverão ter acesso às normas sanitárias, que precisam estar expostas nos ambientes do estabelecimento.

Inspeções

“Durante as inspeções nas unidades, nossa equipe averiguou se a escola possui o tapete sanitizante, se as carteiras, nas salas de aula, estão a um distanciamento mínimo de 1,5 metro a 2 metros; e recomendamos que as janelas estão abertas. Também é orientada a demarcação das carteiras para que os alunos não troquem de assento, o uso obrigatório da máscara dos alunos e funcionários, e a higienização das mãos com álcool em gel ou álcool 70%”, enfatiza  Andreza.

Para o coordenador de Programas e Projetos da Secretaria Municipal da Educação (Semed), Evilson Nunes, esse trabalho da Vigilância Sanitária é fundamental na preparação das unidades escolares da rede municipal para o recebimento dos alunos na volta das atividades presenciais.

“Estamos retomando as visitas com a Vigilância Sanitária para que todas as mudanças de adequações sejam solucionadas. Neste momento de preparação para o retorno das aulas presenciais é preciso que todas as escolas estejam de acordo com as normas, para que a gente consiga atender os alunos com maior segurança possível”, relata.

Recomendações

Em casos de aluno ou funcionário, no retorno das aulas, com sintomas de síndrome gripal, a recomendação é encaminhar essas pessoas a fazer imediatamente o exame RT-PCR para identificar se há contaminação pela covid-19. Nessas situações, toda a turma que teve contato é orientada a ir para casa e aguardar o resultado do exame.

Denúncia

A Vigilância Sanitária orienta e, quando fiscaliza as adequações necessárias, determina um prazo de retorno. Havendo o descumprimento de medidas sanitárias nos estabelecimentos da capital, as denúncias podem ser realizadas junto à Ouvidoria da Secretaria Municipal da Saúde, pelo telefone 0800 729 3534, digitando a opção 7.

Fonte e foto AAN

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Chega a Sergipe neste domingo mais de 106 mil doses de Pfizer
Capitania dos Portos de Sergipe abre processo seletivo
Mulher é presa em flagrante pelo Denarc com centenas de munições, fuzil e drogas
Prefeitura realiza quarta edição especial do Programa Praia Limpa