Aracaju, 19 de setembro de 2021

Prefeitura de Aracaju amplia flexibilização e autoriza eventos de lazer na capital

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

A Prefeitura de Aracaju ampliará o plano de flexibilização das medidas restritivas de enfrentamento à pandemia e de reabertura das atividades econômicas. Diante da apresentação dos novos dados epidemiológicos do município, que apontam para o melhor cenário, desde o início da pandemia, o Comitê de Operações Emergenciais (COE) decidiu, na tarde desta quinta-feira, 9, autorizar a ampliação de público em eventos sociais e a realização de eventos de lazer coletivo, com limitação da capacidade de público. O decreto municipal 6.547, que se adequa à resolução estadual, também mantém o toque de recolher na madrugada de sábado para domingo, e a proibição de público em competições de futebol.

“Pela primeira vez, desde o início da pandemia, estamos no momento com os melhores dados. Em todos os dias de setembro, não ocorreram óbitos causados pela covid-19 e a ocupação dos leitos municipais está zerada. É o resultado do nosso trabalho, do esforço gigantesco para atender as pessoas e para realizar a vacinação. Mas ainda não vencemos a guerra. De modo que reduzimos as medidas restritivas, mas não será um ‘liberou geral’. Será permitida a ampliação do número de pessoas em eventos, mas ainda há limitações e regras a serem seguidas. Ao mesmo tempo, seguimos avançando na vacinação de primeira e segunda doses”, afirmou o prefeito Edvaldo Nogueira.

Com a nova atualização do decreto, fica autorizada a ampliação de público em eventos sociais e corporativos, sendo permitido, agora, em ambientes fechados 300 pessoas e, em ambientes abertos 500 pessoas. Também poderão acontecer shows, festas artísticas e similares, com a mesma quantidade de público, desde que o projeto do evento seja submetido à aprovação pelos órgãos fiscalizadores. Já com relação às competições de futebol, profissionais ou amadoras, continua vedada a presença de público. Além disso, o documento estabelece novas regras de distanciamento das carteiras em atividades educacionais, reduzindo de 1,5 metros para 1 metro.

A resolução também mantém a ampliação da capacidade máxima em 75% para os estabelecimentos de atividades essenciais, como agências bancárias, academias de ginástica, templos religiosos, estabelecimentos de hospedagem e supermercados. A regra também será válida para serviços não-essenciais, a exemplo bares, restaurantes, shoppings centers, cinemas, teatros, museus, parques, clubes sociais, concessionárias, salões de beleza e comércio em geral.

Segundo os dados apresentados pela secretária da Saúde de Aracaju, Waneska Barboza, a capital sergipana registra uma queda de 75% para novos casos, comparando as duas semanas anteriores. Nos últimos 14 dias, o município também apresentou uma redução de 79,5% no índice de positividade dos exames. Com relação à taxa de mortalidade, no mês de setembro, Aracaju não registrou óbitos por covid-19 e, em agosto, já havia reduzido em 75%, comparado a julho.

Com informações da AAN, foto: Ana Lícia Menezes/PMA

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Unica/SE:existem ordem do Comando da PM ou SSP para que CIOSP prevarique ou a ordem do Diretor?
Sergipe receberá mais de 64 mil vacinas contra Covid-19
Prefeitura em Ação é realizado no Povoado Mata do Peru
Jovem é presa suspeita de tráfico de drogas no bairro Olaria