Aracaju, 21 de setembro de 2021

Saúde realiza primeira reunião da Comissão de Integração Ensino e Serviço

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

A Secretaria de Estado da Saúde, por meio do Núcleo Permanente de Educação em Saúde (NEPS), realizou na manhã desta segunda-feira, 13, a primeira reunião ordinária da Comissão de Integração Ensino e Serviço, no auditório do Ministério da Saúde em Sergipe. Da pauta constou a apresentação dos membros e a definição de pactuações para as próximas reuniões que ocorrerão a cada dois meses.

Essa primeira reunião é para a coordenadora do NEPS, Jalcira Izidro, um momento histórico, uma vez que a comissão irá potencializar a política de educação permanente na saúde pública de Sergipe. “O SUS é responsável pela formação em saúde e, para que isso aconteça, é muitíssimo importante que ocorra a integração ensino e serviço, que é a assistência ofertada aos usuários do Sistema Único de Saúde”, considerou.

A enfermeira do NEPS, responsável pelo eixo da Integração Ensino Serviço, Milena Caroline Leite Henriques, informou que esta área articula relações com as instituições de ensino superior e médio, organizando o cenário de práticas de estágio que contribuem para a formação do futuro profissional de saúde.

Segundo ela, a existência da Comissão de Integração Ensino e Serviço, é prevista na Polícia Nacional de Educação Permanente. “Temos um cenário de enorme expansão dos processos educativos em todos os níveis, o que é essencial para o fortalecimento da política que tem como objetivo melhorar a formação em saúde e, consequentemente, promover a melhoria da assistência aos usuários do SUS”, disse.

A comissão é constituída pelo quadrilátero da formação em saúde, composto pela gestão, assistência, ensino e controle social, segundo informou  Jalcira Izidro, salientando a participação da Secretaria de Estado da Saúde; do NEPS; dos Colegiados Interfederativos Regionais (CIRs), com a presença das sete Regiões de Saúde; da Universidade Federal de Sergipe (UFS);  da Universidade Tiradentes (Unit); de cursos profissionalizantes; do Controle Social; e da Escola de Saúde Pública, unidade do Estado gerenciada pela Fundação Estadual de Saúde (Funesa).

Para a coordenadora de Planejamento Acadêmico da Unit, Vanessa Lordelo, o momento é ímpar. “Já trabalhamos de forma integrada com a Secretaria de Estado da Saúde, através das práticas acadêmicas e dos estágios nas unidades pertencentes à SES, mas esta comissão vai fortalecer ainda mais a integração ensino e serviço. Vamos poder pactuar novas oportunidades e consolidar ainda mais o nosso vínculo com a gestão da saúde estadual”, disse.

A Coordenadora da Atenção Primária do município de Estância e indicada pelo Colegiado Interfederativo  Regional para representar a região na comissão, Daniela Campos Fael, acredita que o advento da comissão vai dar maior impulso a futuras e excelentes parcerias com as instituições de ensino. Salientou que o município de Estância atua com ênfase na capacitação dos profissionais de saúde, já tendo sistematicamente criado o seu próprio NEPS.

Fonte e foto SES

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Sergipe sem óbito por Covid nesta segunda e 32 novos casos
Aumento expressivos de assaltos, uso e tráfico de drogas na praia da Cinelândia em Aracaju
Juma de ‘Pantanal’: Alanis Guillen revela reação à notícia, detalha preparação
Juliette revela temor no ‘BBB21’: ‘O impulso inicial é devorar, julgar, e isso me dava medo’