Aracaju, 22 de setembro de 2021

Perdoar ficha suja é sujeira

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Por Adiberto de Souza *

Depois da Câmara Federal, agora foi a vez de o Senado aprovar o projeto liberando a candidatura de políticos fichas sujas. Caso a propositura seja sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro – e será – quem teve as contas rejeitadas na administração pública e foi punido apenas com multa, está livre, leve e solto para continuar fazendo das suas. No entendimento dos congressistas, muitos deles às voltas com a Justiça, só deve ser considerado ficha suja quem de fato for encardido, sujismundo mesmo. Ao permitir que pessoas responsáveis por danos causados ao erário fiquem impunes, deputados e senadores apoiam o desleixo na administração pública, incentivam o cometimento de irregularidades e contribuem para desmoralizar ainda mais a política. Certamente, os congressistas que aprovaram tal absurdo devem ter lá os seus motivos para passar a mão nas cabeças dos mequetrefes fichas sujas. Misericórdia!

Data marcada

O concurso público a ser promovido pela Câmara Municipal de Aracaju vai acontecer no dia 5 de dezembro deste ano. Responsável pela realização das provas, a Fundação Getúlio Vargas promete adotar todos os protocolos sanitários contra a covid-19. O concurso prevê o preenchimento de 52 vagas imediatas, sendo 34 para nível médio e 18 para nível superior. Boa sorte aos candidatos!

Ego massageado

O empresário Teixeira Caminhões (PDT) disse ter ficado honrado com o convite para ser suplente do pré-candidato ao Senado Valdevan Noventa (PL): “É bom saber que o nosso nome é lembrado”, frisa. O deputado federal fez a proposta durante entrevista que concedeu à rádio Rio/FM de Porto da Folha, pertencente a Teixeira: “Vou analisar o convite juntamente com a minha família”, promete. Presidente do PDT de Porto da Folha, o empresário afirma que ainda não decidiu se participará como candidato das eleições de 2022, nem qual cargo deve concorrer. Então, tá!

Braço na tipoia

O governador Belivaldo Chagas (PSD) despertou a atenção dos assessores diretos ao aparecer, ontem, no Palácio de Despacho com o braço na tipoia. Após receber lideranças do interior em audiência, o pessedista desfez o mistério: “Não estranhem a tipoia. Continuo trabalhando normalmente, mas estou com uma bursite no ombro, já com acompanhamento médico. Se Deus quiser, estarei 100% logo, logo”, explicou. Ah, bom!

Haja municípios

Tivesse sido cumprido o que prega a Constituição Estadual, Sergipe teria hoje 90 municípios. Em 1989, os constituintes aprovaram a criação de Alagadiço e Mocambo (ambos em Frei Paulo) Nossa Senhora do Patrocínio (Brejo Grande), São José do Itamirim (Itabaianinha), Nossa Senhora de Fátima e Luzinópolis (ambos em Porto da Folha), Samambaia (Tobias Barreto), Rosa Elze (São Cristóvão), Veracruz (Riachão do Dantas), Treze e Jenipapo (os dois em Lagarto), Escurial (Nossa Senhora de Lourdes), Santa Rosa do Ermírio e Sítios Novos (ambos em Poço Redondo) e São Mateus da Palestina (Gararu). Crendeuspai!

Derrota festejada

E o senador Rogério Carvalho (PT) festejou a decisão do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM), de devolver ao Planalto a Medida Provisória alterando o Marco Civil da Internet. Segundo o petista sergipano, não tem MP favorecendo fake News e muito menos impeachment de ministro do Supremo Tribunal Federal, “por capricho do presidente”. Carvalho conclui afirmando que “as instituições são a base da democracia e o inimigo do Brasil se chama Bolsonaro”. Home vôte!

Feirão de partidos

Começou a fase de venda e aluguel de partidos. Até as convenções de 2022 ocorrerá todo tipo de transação com as pequenas legendas, objetivando garantir aos candidatos um tempo maior para a propaganda no rádio e na televisão. Passadas as eleições do próximo ano, os donos dessas siglas ‘nanicas’ conseguem bem remunerados cargos comissionados para eles, os familiares e agregados. Como se vê, além de confundir a cabeça do eleitor, essas legendas de aluguel servem apenas para políticos safados se locupletarem com o dinheiro público. Desconjuro!

Visitando obra

Os deputados estaduais Luciano Bispo (MDB) e Goretti Reis (PSD) visitaram, ontem, as obras do Hospital do Amor, que está sendo construído em Lagarto para atender portadores de câncer. Orçada em R$ 150 milhões, a futura unidade oncológica será referência nacional no estudo, pesquisa, prevenção e tratamento das vítimas do câncer. Durante a visita, Luciano prometeu viabilizar junto ao governo estadual a obra do entorno do hospital. Supimpa!

Aposta no turismo

A Prefeitura de Aracaju assinou um convênio com a Associação da Indústria de Hotéis Seccional Sergipe visando estimular o turismo na capital. A parceria garante o aporte de R$ 1 milhão para promover Aracaju no cenário nacional como destino turístico. Estão previstas ações de marketing objetivando aumentar o fluxo de turistas na cidade durante o período natalino e o verão de 2022. Joia!

Gostou do circo

E o senador Alessandro Vieira (Cidadania) está gostando do circo armado para investigar possíveis irregularidades na compra de vacinas contra a covid-19. Tanto isso é verdade que o fidalgo propôs a continuidade da CPI pelo tempo que for necessário. Diferente do relator Renan Calheiros (MDB), que pretende encerrar os trabalhos da Comissão no próximo dia 24, Alessandro jura que “a CPI da Covid ainda tem muita coisa pra fazer”. Marminino!

Recorte de jornal

 

 

 

 

 

Publicado no Jornal do Aracaju, em 8 de agosto de 1919.

* É editor do Portal Destaquenotícias

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Alese promove curso sobre Processo Legislativo
22 de setembro é o Dia Estadual de Prevenção ao Uso de Drogas
PC divulga identificação do autor dos disparos contra delegado Marcelo Hercos
EdTechs, o presente da educação, escreve Joaldo Diniz