Aracaju, 20 de outubro de 2021

Ribeirópolis alcança marca histórica de 300 dias sem registro de homicídios

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Uma das cidades sergipanas que já ocupou o ranking de cidade mais violenta do Estado, Ribeirópolis, alcança a marca de 300 dias sem registros da prática de homicídios dolosos. O último crime desse tipo foi registrado em 18 de novembro do ano passado, onde o suspeito utilizou uma arma branca contra a vítima e foi preso em flagrante. O resultado positivo é fruto da integração entre a Delegacia de Ribeirópolis, o 3º Batalhão de Polícia Militar (3º BPM) e da Companhia Independente de Operações Policiais em Área de Caatinga (Ciopac).

A cidade, nesta sexta-feira (17), alcança os menores índices de criminalidade em sua história, com a redução de quase 100% nos casos de roubo e furto no presente mês conforme estudo da Coordenadoria de Estatística e Análise Criminal (CEACrim).

No que se refere aos homicídios, em 2020, aconteceram sete casos. E neste ano, não houve registros. Já no tocante aos roubos, enquanto que ocorreram 66 ocorrências no ano passado, neste, aconteceram apenas 23 casos. No tocante aos furtos, foram 67 casos, em 2020, e 34, em 2021.

A Delegacia de Polícia de Ribeirópolis, nesse período, ainda reduziu significativamente as cotas judiciais e ministeriais, onde constavam mais de 300 cotas e agora constando apenas 12 a serem cumpridas.

O delegado Gregório Bezerra destacou que a redução da criminalidade violenta é fruto da intensificação de ações policiais integradas das Forças de Segurança Pública na região. Com a entrada dos novos delegados em cidades estratégicas, como Itabaiana, Campo do Brito e Ribeirópolis, do ponto de vista operacional no combate a criminalidade, foi possível reforçar a Segurança Pública da região”, acrescentou.

O diretor da CEACrim, Sidney Teles, revelou que a cidade passou por um processo de alta no número de crimes contra a vida, mas que com os esforços da delegacia e das unidades da Polícia Militar, houve a melhoria na segurança pública da localidade.

“O município de Ribeirópolis teve um pico de número de homicídios no ano de 2017 e a partir de 2018 foi realizado um trabalho de reestruturação do policiamento ostensivo na cidade com foco na redução dos índices de criminalidade. O trabalho segue com o mesmo afinco e determinação para que, cada dia mais, a sociedade esteja mais tranquila no seu dia a dia”, enfatizou.

Fonte e foto SSP

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Rogério vota pela criação de auxílio para famílias de baixa renda comprarem gás
Aracaju: Secretaria Saúde confirma transmissão comunitária da variante Delta no município
Hospital Primavera celebra Dia do Médico de uma forma diferente
Governo de Sergipe paga o auxílio tecnológico a mais de 5.700 professores